Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor Proibido ( Parte Final)

   Não sei como começar essa carta, não sou tão bom com as palavras quanto a mamãe, o "senhor" não me conhece pessoalmente mais sei que o "senhor" é meu pai e amou muito a minha mãe. Não venho agora lhe pedir explicações, nem ao menos lhe cobrar algo, sei que o "senhor" nunca me reconheceu como filho, e também sei que o "senhor" tem outra família e que eu e minha mãe nunca fomos prioridade em sua vida, saiba que não estou me queixando, a razão dessa carta é única, foi o ultimo pedido de minha mãe.
   Aposto que ela nunca lhe contou onde moravamos, a vida aqui não é facíl, mas mamãe sempre fora uma mulher de coragem, nunca me deixou trabalhar na lavoura com o vô, sempre estudei, ela batalhou muito para que eu concretizasse o meu sonho, esse ano engressei na Faculdade de Direito, serei advogado assim como o senhor.Acho que o senhor pensa que não sei da história de minha mãe, sei muito bem quem ela foi, claro não vou me orgulhar e dizer aos quatro cantos que minha mãe foi uma garota de programa, apenas digo que minha mãe foi uma jovem linda, e uma mulher digna que nunca se aproveitou de uma barriga, ou de um filho não planejado.
   Ela morreu jovem, não estava com nem quarenta foi uma doença horrível, falei milhares de vezes para ela ir ao medico, sempre achamos que aquela tosse não era comun, depois veio a febre, não tivemos duvida era tuberculose, mais já estava muito avançada, mamãe não queria nos preocupar por isso escondia os escarros de sangue, não quero que se sinta culpado, mamãe foi muito feliz, na medida do possível claro!. Mas nunca nos faltou alegria muito menos fé.
    Quer saber qual era o maior sonho de minha mãe, que o "senhor" nos achasse, ela não adimitia, mas todos sabiam, nunca mais teve homen algum, sempre esperava que o "senhor" nos encontrasse, chegasse aqui com todo amor, sem promessas apenas cheio de atitude nos levasse embora desse fim de mundo e quem sabe formassemos uma familia feliz.O sonho dela não se concretizou, não é mesmo?.
Bom é isso o ultimo desejo de minha mãe já está concretizado, não se preocupe, já estou bem crescido e na faculdade eles me dão moradia e eu já arrumei um emprego na cidade, mamãe também me deixou algum dinheiro, não aparecerei em tua porta lhe pedindo nada, pra ser sincero nem sei se o senhor algum dia teve a intenção de realmente me conhecer, mais isso agora não importa, já sou homen feito e não preciso mais de um Pai.

                                 Atenciosamente.
    Do seu filho (se é que se pode se chamar assim) Miguel
Thaís Soares
Enviado por Thaís Soares em 25/07/2006
Código do texto: T201835
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Thaís Soares
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 31 anos
31 textos (2623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:51)
Thaís Soares