Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Pequeno romantico

Querida Manoela!
 Posso dizer pra voce que tudo se iniciou como se fosse um mero caso de perdição. Caminhava pelo jardim da pequena praça da nossa humilde cidade na época que o pássaro cantava com mais força,o leão rugia mais alto,a borboleta voava mais alto e as aguas mais calmas. Simplicidade que tudo foi se perdendo com o tempo,pois o tempo não via o romantismo mas sim o destino. E eu continuei com o meu amor romantico no coração vendo que todos perderam sua capacidade de amar, uma coisa que parece ser tão simples de ser expressada,mas bem... Eu debruçava sobre as violetas melancolicas e as margaridas sorridentes sonhando em encontar o amor na vida. Não iria deixar o tempo levar o meu romantismo tão simples mas que me deixa confortavel e vendo. Belas mulheres passavam sim mas nenhuma me direcionava a minha atenção e nao deseja-la possuir mas sim apenas querer-la, tanto pensei em mulheres sem amor mas isso é passado. Saberia que naquele dia em que as nuvens me protegiam, o sol radiava com bela força, as flores me ajudavam a formar a beleza do mundo que iria encontar uma pessoa que me fosse capaz de olhar para mim com tanta timidez e um amor sincero capaz de eu amar. Encontrei voce. Sentada com tão pouco desconforto, seu corpo belo, seus cabelos que me fascinavam, seu rosto perfeito me parecia fazer um homem unico que lia com tanta atenção olhou para mim. Foi o segundo original para mudar tudo, nao saberia o que voce pensara de mim. Eu simplesmente me fechei por um lado mas abri por outro e queria voce. Me levantei com tanta vergonha, arranquei uma margarida da terra(que falta de simplicidade)e te entreguei em suas belas mãos cobertas por uma luva branca. Voce olhou sobre meus caidos olhos e me disse Obrigada. Aquele momento me saltitava por dentro e saber que minha dama amei e amo por toda vida.Queria que voce soubesse que eu te amo e nosso pequeno grande amor passe o tempo que passar, na instancia que não houver o verdadeiro amor,o nosso amor será eterno para sempre. Entrego essa carta em suas mãos nesse dia tão belo.
                        Para meu amor!
                                      Augusto
Papagaio
Enviado por Papagaio em 03/08/2006
Reeditado em 25/08/2006
Código do texto: T208298
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Papagaio
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
25 textos (913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:23)
Papagaio