Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta ao silêncio

Existem palavras que expressam todos os nossos sentimentos.
São perpetuadas de diferentes formas: com carinho ou rancor; desprezo ou respeito; tristeza ou justiça.
Entretanto existem expressões silenciosas que demonstram, com clareza de cristal, todas as nossas emoções. E esse grão-momento supera em grau absolutamente sintético quaisquer diletantismos orais.
É o silêncio dos nossos olhares;
A penetração de nossos corpos;
O suor dos nossos poros em ebulição;
Um grito interior.
Ou ainda uma gota de orvalho...
Umidade noturna!
É um “eu te amo” sem eco,
ou reputação moralizante,
que se define como lágrima feliz.
E que se aos nossos ouvidos nos faz calar, viva, dentro de nós, celebra a vitória da justiça e da verdade:
a verdade de sermos doações complacentes da paixão.
Obrigado silêncio redentor!
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 01/06/2005
Código do texto: T21373

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351740 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:01)
Nel de Moraes