Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Querido amor



Como você sabe, estou sozinha. Estou sozinha e a noite está cheia de sonhos e sugestões. Ao longe alguém entoa uma velha canção. A lua parece imóvel no céu, como que escutando. As estrelas viajam, ignorando a terra adormecida. O mundo todo está dormindo, e só eu estou acordada, perdida em recordações.

Estou sozinha, mas penso em você. Sinto saudades e um alucinado desejo. Fecho os olhos para ver melhor o que minha mente desenha, o que minha alma sente. e vejo você, lindo e viril, se aproximando de mim. Você tem beleza suave no sorriso, o corpo macio.

Estou sozinha, meu amor, me perguntando se este amor não vai terminar nunca. Espero que você pense em mim, como eu penso em você, nas coisas boas que vivemos, na entrega mútua que tivemos. Será que viveremos novamente a experiência? Será que nos entregaremos de novo, livres e sensuais, sem medo de preconceitos ou comentários? Eu sei que nos amamos, que nos desejamos, e que passaríamos noites sem fim entrelaçados. Mas temos medo. Medo do futuro. E recuamos.

Abafamos a fúria dos contactos, dos beijos e do delírio supremo que é o gozo. fugimos de cada momento tão precioso. Enquanto penso, querido, mais e mais estou sozinha. Mais e mais estou solitária, com saudades...

De sua sempre.
luly
Enviado por luly em 03/09/2006
Código do texto: T231834
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luly
Recife - Pernambuco - Brasil, 28 anos
6 textos (912 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:59)
luly