Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

*** FALTARAM-ME PALAVRAS***

FALTARAM-ME PALAVRAS...
E AS LÁGRIMAS QUE TANTO OCULTEI, AGORA BANHAM MEU ROSTO.
TENTO ENXUGAR A FACE...
ENQUANTO OBSERVO EM SEU OLHAR UM SENTIMENTO DE REALIZAÇÃO,
DE SUPERIORIDADE, DE VITÓRIA...
E ASSIM COMPREENDO, QUANTO TEMPO PERDI;
ESPERANDO QUE ALGUM DIA VOCÊ ESTIVESSE AO MEU LADO.
QUIS SER HERÓI... EMPUNHANDO UM SENTIMENTO COMO UMA ARMA,
QUE SUPOSTAMENTE VENCERIA TODOS OS INIMIGOS,
QUE FARIA SUCUMBIR O MEDO E A DÚVIDA.
ACREDITEI SER POSSÍVEL, SER FORTE COMO NOS CONTOS...
ONDE O HERÓI A TUDO VENCE,
E ENCONTRA NOS BRAÇOS DA AMADA SUA MAIOR RECOMPENSA;
UM TESOURO PELO QUAL SUCUMBIRIA MILHARES DE VEZES...
UM TESOURO PELO QUAL LUTARIA DURANTE SUA EXISTÊNCIA.
FALTARAM-ME PALAVRAS...
E AS LÁGRIMAS QUE OCULTEI DURANTE TANTO TEMPO,
AGORA MARCAM MEU ROSTO...
E ENFIM, VEJO MEU SONHO SER DESTRUÍDO.
DESCUBRO-ME ENTRE RUÍNAS, UM MUNDO ONDE VOCÊ ENCAIXAVA PERFEITAMENTE...
ONDE SONHAVA QUE DOIS CORAÇÕES PUDESSEM UNIR-SE FORMANDO APENAS UMA VIDA.
DESCUBRO-ME ENTRE RUÍNAS, NADA SINTO ALÉM DE UM IMENSO VAZIO... UM BURACO NEGRO QUE CONSOME TODA ENERGIA,
QUE UM DIA EXISTIU EM MIM.
FALTARAM-ME PALAVRAS... PARA JUSTIFICAR MEUS ATOS E ATITUDES, PARA MOSTRAR-LHE O QUE APENAS MEU CORAÇÃO FOI CAPAZ DE CONCEBER, ESPERANDO QUE EM ALGUM MOMENTO VOCÊ VIESSE A TORNAR-SE PARTE DE MINHA VIDA.
SEUS OLHOS... NADA EXPRESSAM ALÉM DE UMA INDIFERENÇA, QUE AGORA ARREMESSA-ME EM MEIO AS TREVAS E AO CAOS,
JÁ QUE CADA SEGUNDO DOS ÚLTIMOS ANOS DEDIQUEI À VOCÊ.
AGORA, SEI QUE TUDO FOI EM VÃO...
EMBORA SAIBA, QUE FARIA TUDO DE NOVO;
SE HOUVESSE UMA CHANCE PARA NÓS.
FALTARAM-ME PALAVRAS...
E O HERÓI QUE ESPERAVA SER,
SUCUMBIU DIANTE DO DRAGÃO NO QUAL VOCÊ TRANSFORMOU-SE.
NADA MAIS HAVIA A SER FEITO...
E MEU DESTINO ESTAVA SELADO,
MEU CORAÇÃO DESPEDAÇADO... MEU SONHO DESTRUÍDO...
MAS O QUE MAIS DOEU FOI RECONHECER EM SEU OLHAR,
O BRILHO DA VITÓRIA...
O DESPREZO...
A INSIGNIFICÂNCIA DO MEU SENTIMENTO EM SUA VIDA.
DESEJEI SER O HERÓI... QUE SALVA A MOCINHA,
MAS DESCOBRI QUE QUEM PRECISAVA SER REALMENTE SALVO ERA EU.
FALTARAM-ME PALAVRAS...
ENQUANTO, EM MEIO AO HORIZONTE, UM SILHUETA DESAPARECIA...
LEVANDO CONSIGO FRAGMENTOS DE MEU CORAÇÃO.
QUE AGORA O VENTO ENCARREGAVA-SE DE ESPALHAR NA IMENSIDÃO, NA QUAL MEU MUNDO HAVIA SIDO TRANSFORMADO.
MAGNUM
Enviado por MAGNUM em 21/10/2006
Código do texto: T270060

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MAGNUM
Estados Unidos
43 textos (7409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:25)
MAGNUM