CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Eu preciso lhe falar...

Gostaria de lhe falar, mas pessoalmente as palavras me faltam. Sempre fui melhor em escrever...
Quando terminamos... andei perdida em meus próprios pensamentos, atitudes e sentimentos. Me apeguei ao mais ínfimo sentimento que pudesse ter por qualquer outra pessoa, algo que retirasse de mim o que sinto por você. Tentei, mas sou autêntica demais para fingir algo que não sou, e é por isso que eu preciso lhe falar... dizer o que sinto e o que me aflinge...
Eu achei que fosse fácil te esquecer, ou melhor, lembrar de você com carinho e te deixar ir, mas eu não consegui. E sabe-se lá o porquê eu o reencontrei, acredito que mesmo que de longe você me inquietaria.
Eu sei que você já viveu coisas que eu ainda não vivi, e que para você é mais fácil lidar com esses sentimentos e talvez eu viva esse momento de forma mais intensa. Sei também que estou chegando em um momento da minha vida onde terei que dar rumo a ela, sou uma mulher determinada e sei onde quero chegar, mas em meus sentimentos estou completamente perdida, pois, ainda sou apaixonada por você... Sei que o que passou não volta mais, que fazemos um novo dia a cada manhã e isso me apavora!
Sei que você talvez tenha se encantado por mim e a paixão que vivemos talvez tenha sido intensa demais para se adaptar a nossa realidade, pois são tantas responsabilidades e prioridades, que, o quê se quer... o quê se sente vem depois... e talvez nem importe...
Mas, a verdade é que eu morro de medo de fazer a escolha errada e ser infeliz para o resto da minha vida...
Eu não posso te buscar em outros braços... em outros rostos... em outras atitudes...
Eu sei que o quê sentimos pelas pessoas muda com o tempo, seja de uma forma ou de outra, sempre muda, o que eu sinto muda todo o dia e o que você sente também... Não estou implorando por seu amor...
Estou te pedindo ajuda, ajuda para me entender e te entender...
Você não é culpado pelo que sinto, ninguém é... independe de sua manifestação o que sinto...
Eu não sou o tipo de pessoa que desiste no meio do caminho, se tenho que desistir de você, preciso acreditar que é porque para você já acabou... pois amor, paixão são sentimentos que se tem a dois, e isso eu não posso sentir por nós dois...
Sei que temos muita coisa para acertar, mas eu sei de todo coração que hoje, o homem que eu quero ao meu lado é você... e estou pronta para o que vier...
O motivo certo para seguir em frente eu tenho, é o que sinto, mas não tenho o motivo certo para desistir de você...
Espero que contudo, você saiba que falo em verdade e que mesmo que não tenha mais nada de bom para mim, você venha a me falar o que vai em seu coração... olhe nós meus olhos e me diga a verdade... e que se for para doer, que seja de uma única vez...
Pois, preciso aceitar que não dá mais... e sozinha eu não consigo...
Um enorme beijo em seu coração... de quem te ama... EU.
Paula C S Oliveira
Enviado por Paula C S Oliveira em 04/02/2011
Reeditado em 02/07/2012
Código do texto: T2770891

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Paula C S Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil
2 textos (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/07/14 22:40)