Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No calor do que sou

    Me concentro na atenção precisa de conhecer-me mais forte,pois sinto chegar a tênue linha que dividirá tempos de tempos. Tudo é sabido ao meu coração, que sente as noites passarem com tamanha força. Tudo é como uma corrida sem a saúde dos membros, por terra, água, fogo e gelo. Elementos de dor as vezes. E a chegada é realização de quem acredita. Então eu penso comigo mesmo, que nem os loucos (como diz o Josimar): "me conheço tão pouco..."
    Mas a alegria da vida é sorrir sem receios e rir ainda mais ao lembrar dos sorrisos sem graça. É poder ser eu mesmo no inverno e no verão e até mesmo no intervalo entre as duas estações.
Dil Erick
Enviado por Dil Erick em 31/10/2006
Código do texto: T278833
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dil Erick
Macapá - Amapá - Brasil, 29 anos
325 textos (13532 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:54)
Dil Erick