Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

12 – comentários & comentários

Nem mas, nem meio mas, o narradoR continua a sonhar com ma_mas...

"Carácolas"!!! você está se superando, óh pá! Você está me devendo dois duplix! "Tus corrientes" e "Bébeme gota a la gota". E eu cobro, viu!!! (risos). Abraços!!!!!!!!!!!!
Enviado por Vincent Benedicto em 06/11/2006 09:19
para o texto "9 - narrativa erótica"

Vincent,
Deixo nossos versos, o seu erotismo está perfeitamente ao nível das ondas por onde andam as marés quando se formam as vagas maiores, ditas: vagalhões.!.

beba-me gota a gota/ na nascente
farte-se da minha libido/ pura a manar, mamo
deguste-me.../ a abertura ao mundo(:)
como seu licor preferido/ ab_rindo sou (o) gozo.!.
Vincent Benedicto & Francisco Coimbra

na nascente
pura a manar, mamo
a abertura ao mundo(:)
ab_rindo sou (o) gozo.!.

Gostei do teu cuidado em alertares para algumas regras do “poetrix” 
http://www.recantodasletras.com.br/poetrix/283401
A minha regra é correr o risco de fazer sem pensar muito, por impulso e pulso para a escrita. Umas vezes complemento, outras nem por isso?...
Tenho por mim que comentar Poesia devia ser fazer poesia com ela, nela procurar poesia. Caso contrário a Poesia é uma forma... apenas, os comentários simples cumprimentos.
Quanto ao poema, voltando ao poema: o poema não tem género, tem sexo, é sexo. É genesíaco, vem dos genes e faz-nos a_gente(s)!...
Este teu poema:

beba-me gota a gota
farte-se da minha libido
deguste-me...
como seu licor preferido

um bom exemplo do ser e fazer poético! Propões duplix, como?, a quem? A todos os leitores, o poeta é:
a) sua musa a falar com ele, dizendo-se ela a ele,
b) ele a falar para ela,
c) um médium...

Passemos a outro duplix, desta vez seja (raro):

acariciando meu peito/ tuas correntes
teus cabelos caindo/ atam-me suavemente
acariciando meu peito/ teus olhos me dizem, vem...
olhando-me a cabeça :)/ toma-me novamente
Francisco Coimbra & Vincent Benedicto

acariciando meu peito
são teus cabelos caindo
acariciando meu peito...
olhando-me a cabeça :)

Desculpa a companhia que vais ver surgir a seguir!...

06/11/2006 10h47 - sinesio
Alô Chiquinho, Você fazendo poetrix com o Vincent sobre chupar picas, isto pega mal. Mas que confraria de bixas hein, tio? E que coisa monstruosa esses peitões de silicone, parecem mesmo coisa de bixa que não gosta de mulher. Mas veja se estão bons meus versinhos. Seria ótimo se ele te mostrasse a imagem dele enchendo a boca com aquele leite esguichado de uma pica enorme. O JORRO DIVINO EM MINHA BOCA O Vincent de boca aberta, o leitinho jorrando direto, de três lindas torneiras inchadas na boca, pescoço e adjacências, bebeu tanto que se babou, que beleza de porra safada... EL JATO DIVINO EN MI BOCA El Vincent de boca abierta, el leche en jato directo, de tres lindas torneras tan rubras en la boca, pescoço e los brasos ai bebido tanto a se emborrachar qué linda ejaculacción safada...
Enviado por sinesio (não autenticado* | IP: 189.10.131.201) em 06/11/2006 10:47
para o texto "11 - narrativa erótica"

Ent_ão, sinesio?
Não vou dizer que V [Vincent, nada com você... :)] deve ser um "aborto da natureza", nem por sua via insultar pederastas e afins.
O seu IP dá-o como sendo de?...
Agora a minha simpatia por pederastas é nenhuma, são, quando 'se' mostram, como V? Seres histéricos e carentes, desejosos de - se - mostrar uma "minoria forte e activa". Ent_ão quando vêm reclamar direitos de adoptarem crianças, penso como se engravidam quando lhes dá o desejo da pro_criação? É uma porca_ria?? Pois é!!!
Mas, o melhor mesmo, pensar em mamas?... As opções sexuais são como as religiosas, deveriam ser religiosamente pessoais: o que acontece? Fazem-se guerras!
Ó sinesio, que raio quer dizer teu nome? Vê se volta para o vazio/bacio, é onde V pertence!
Com heterónimos até que convivo, com pseudónimos?
Vou limitar o universo dos comentadores, agora passam a ter de estar registados...
É para o que servem Buchs e sinesios, uns criam terroristas, outros são como eles.
Não, ainda não será desta vez que faço uma coisa que me desagradaria, mas tenho de pesar os prós e contras, tornar a aturar um sinesi(n)o?

Vê se afinas o carburador, quem lê fica com a ideia de que há mais coisas para trás que ideias para a frente?.!.
Enviado por Assim Mesmo em 06/11/2006 10:51
para o texto "11 - narrativa erótica"

Heterónimo dum cabrão (tratamento, às vezes carinhoso, à moda do Porto)!... Tu nã me apercebes que os leitores é que colaboram na n_ar_R_ativa?... Se não lerem, esta m..., digo, n... activa nã anda!
Resolves(-te) comentar num belo dia... e o sentido de oportunidade? Entre nós está sempre tudo bem, andamos es_cre_vendo nas «malhas que o império tece»...

{Se não comentarem é pena, mas está justificado; provavelmente já aqui há demasiados comentários!?
http://www.recantodasletras.com.br/mensagens/278543}

Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 06/11/2006
Código do texto: T283761
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310483 leituras)
37 áudios (39565 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:18)
Francisco Coimbra