Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CUIDE DE MIM ENQUANTO PODE

Quando eu estiver perto de você, cuide de mim com a maior capacidade de carinho que você possuir, pois nem eu nem você sabemos quando haverá uma ausência; me ensine também a cuidar de você, com muito amor, muito carinho, para eu jamais me arrepender de não ter feito mais do que podia para a sua felicidade. E a saudade, quando vier, sim, porque ela vem, cedo ou tarde, que seja boa, que seja saudade gostosa, lembrança de coisas inesquecivelmente ótimas; cheiros que marcaram, músicas que ficaram, cores que nunca se foram da memória de nosso amor, de nossa amizade, de nosso carinho, de nosso convívio; lugares que trazem lembranças de momentos bons, etc.
Assim, mesmo com saudades, haverá alegria, porque saudade não é tristeza, saudade é felicidade guardada, como fotos dentro de um álbum, quando queremos vê-las, abrimos o álbum e lá estão as fotos; assim é a saudade, quando queremos reme-morar um fato, lembrar de alguém, de um momento, de uma palavra, de um lugar, abrimos o baú da alma e trazemos a saudade à tona. Saudade é vida armazenada, é bateria carregada com passado para fazer deleitosos alguns momentos do presente, num círculo vicioso, pois no futuro lembraremos do agora com saudades. Que coisa, não?
Danilo Macedo Marques
Enviado por Danilo Macedo Marques em 09/11/2006
Código do texto: T286339

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Macedo Marques
São Paulo - São Paulo - Brasil, 42 anos
59 textos (11376 leituras)
1 áudios (182 audições)
3 e-livros (1731 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:23)
Danilo Macedo Marques