Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor meu

Piso agora no chão da minha terra
Retorno às origens
Aromas de mangas, pitangas e goiabas maduras
( sinto, mas não mais existem)
Sigo descalça ao encalço do que fugi de maneira prematura
Lembro a promessa que me fez um dia...
Visitar meu chão de nascimento, meninice e adolescência
Aspirar meu passado!
E ao passear agora aqui, nos lugares que vivi
Sinto amor meu, tu impregnado em mim
Pesa no peito minha partida, nossa despedida
Que nem mesmo aconteceu meu amor
Negaste meu passado, meu presente e meu futuro
Não mais me vejo em ti
Parte em mim a partida!
Meu caminhar se tornou pesado e  lento
Nos meus sentires meu amor, nos profundos e nos que afloram
Há momentos dedilhados e teclados por ti
Somente tu soubeste tocar meu corpo, fizeste dele virtuoso instrumento
Ressoam nele valsas, boleros, canções ...
Meu amor  sinto ainda as vibrações !...
 
Amor meu, dói  a partida
Afirmo-te, não tenho anseios corporais alheios
Meus anseios óbvios residem em ti
Cultivo o que tive (repito-  para sempre)
E tenho amor meu, mesmo sem saída
A eternidade dos que por um único amor vivem
 

 
Regina Romeiro
Enviado por Regina Romeiro em 18/11/2006
Reeditado em 14/12/2006
Código do texto: T294552

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Regina Romeiro
São Sebastião - São Paulo - Brasil
475 textos (28760 leituras)
4 áudios (704 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:44)
Regina Romeiro