Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor, nao sei como dizer, mas eu te amo

Nem sei como começar, tenho tanto para dizer. Talvez você nunca iria me ouvir, afinal, porque você faria isso? Ta na cara que o que eu quero dizer não é necessário ser ouvido. Mas com certeza, é a única maneira de me sentir bem comigo mesma.
As horas passaram, os dias, os meses... Nada fez mudar esse sentimento desconhecido dentro de mim. Aquela sensação de afeto, atração e amor, não diminuíram.
Sabe, o fato de eu não poder contar há ninguém nada que se passava dentro de mim, deixava-me mais confusa a cada dia. Eu precisava do seu sorriso de um olhar apenas, que conseguia fazer-me crer que tudo ia ficar bem.Você me traz uma tranqüilidade e um desespero que não sei descrever. Nada é mais angustiante do que estar namorando um garoto muito bacana, e não conseguir pensar apenas nele. Receber declarações de amor que você não pode retribuir.Eu penso que você deve estar se sentindo assim,recebendo uma declaração,sem intenção de retribuí-la. Eu adoraria entender o porquê de tudo isso, porque sempre que eu decidia te esquecer você aparecia nos meus sonhos para me tranqüilizar, pra me dar esperanças? “Que os sonhos faça-nos realizar o que a realidade não nos permite sonhar”. Eu acordava com a idéia de algo que não aconteceu, com a fantasia de ter-se realizado... Sempre pensei que te falaria tudo isso, só não pensei que seria assim, mas não tenho coragem de fazê-lo de outra maneira. Já se eu não estivesse respondendo por mim, e sim por algum tipo de alucinógeno nem sei o que faria, nem se me arrependeria depois. “Arriscar-se é perder o pé por algum tempo. Não se arriscar é perder a vida”, não vou mentir, eu queria muito ter uma oportunidade de te falar tudo, pena que não houve momento algum.
Estou falando como se você soubesse quem sou, claro que você sabe, no fundo sabe. Você sempre soube mais ou menos o que eu sentia, mas claro, você já devia pensar que te esqueci. De certa forma progredi muito, posso gostar de outras pessoas, mas não é a mesma coisa. Você que tem mais experiência de vida do que eu, o que eu posso fazer? Pensei que depois de alguns meses, de um ano, com certeza este sentimento já teria passado, que era apenas uma paixão platônica e rápida. Enganei-me.
Eu espero que você esteja mesmo lendo esta carta com curiosidade, porque sabe, foi muito angustiante fazê-la. Continuando... Não sei se você sabe, mas ano que vem vou me mudar para outro país. Por isso tive tanta necessidade de te contar. Mesmo achando, que você já sabe de tudo, não me pergunte o porquê de eu achar isso, sei que é estranho, mas algo me diz isso.
Pedi tantas vezes que me descrevessem a palavra “amor”, ninguém me convenceu. Apenas sei que é um sentimento muito profundo, não sei se é mesmo o que eu sinto, não entendo nada que o meu coração quer me dizer, nem as razoes dele. “o coração tem razões que a própria razão desconhece". Mas o que é o amor? Perfeição imperfeita? Frase romântica feita? Solidão desprezível? Amor impossível? Ou alma gêmea?. Nada sei, apenas sei, “E por amor, serei, serás, seremos” (Neruda).
O teu sorriso, o teu olhar e o teu abraço sempre me deixaram mais feliz, mas com o tempo, para te esquecer, alguns dias eu te evitei, eu admito. Mas era impossível, sempre que tentava o destino não colaborava, por mais que eu tente te evitar o acaso não impedia que eu te visse, chegou ao momento em que desisti de desistir, simples assim.
Gostaria muito de estar junto de você neste momento, você não imagina tudo que sinto, pois amor não dá pra ser visto, só dá pra ser sentido, mas mesmo assim fica um pouco difícil de mostrar seu verdadeiro tamanho. Escrevo estas palavras agora com todo meu sentimento aflorando pelos poros. Escrevo estas palavras não com os dedos no teclado, mas com o coração pulsando, pulsando muito, e cada vez que penso em você, te sinto ao meu lado...
Esta carta talvez esteja ficando cansativa para você, então vou mudar de assunto. Escrevi muitos “eu”, mas a realidade, o assunto é você. Sempre que eu sabia que você não estava bem,, eu ficava sem reação. Nunca me importei tanto por alguém com quem eu não tivesse um contato intimo. Quando eu te observava triste, eu não entendia o porquê, mas ficava triste também. Pensei no seu bem todos os dias em que eu me lembro, sempre desejei tudo que você merecia.
Foi há um ano atrás mais ou menos que percebi onde o amor podia mas não devia chegar quando este não fosse correspondido. O amor quando deixa de ser egoísta, é mais bonito, mas com certeza, mais doloroso. "Ser forte é ver a pessoa amada feliz longe de você e sorrir com lagrimas nos olhos".
Eu não sou ingênua, talvez um pouco. Mas sei que você pode rir ou sentir pena de mim, mas por favor, não ria, se rir, é porque não é aquela pessoa que pensei que era, claro que nesse caso você faria pouca importância do meu comentário. E também, não sinta pena de mim, odeio quando alguém faz isso. O que também não quero mesmo que você sinta é indiferença, ou me ame, ou me odeie, não precisa me amar desse jeito, apenas goste de mim, mas não sinta indiferença.
Talvez a gente volte a se encontrar, já que nem sei quando ou como isto chegará em suas mãos. Sei que pode haver muita hipocrisia da parte de nós dois, mas não tem jeito. "As mais lindas frases de amor são ditas no silêncio de um olhar.” Queria te desejar tudo o que você merece, falar que você é uma das pessoas mais especiais que conheci, mesmo depois de tudo isso, eu te admiro muito, "Amar é admirar com o coração. Admirar é amar com o cérebro." Te admiro das duas formas. Vou dizer que eu realmente não queria que você levasse isso como uma brincadeira, ou muito menos como algo de menor importância, e admito, eu queria muito conversar com você sobre isso, mas falta coragem de ver a sua reação. Confio em você para te entregar esta carta, que foi escrita com muita delicadeza. "Que não seja imortal, posto que é chama. Mas que seja infinito enquanto dure". Como eu queria te abraçar, sentir você perto de mim, amar e ser amada sabe? Eu realmente queria.Bem, eu acho que não se deve ter medo de perder uma coisa que não se tem... Então, o que custa arriscar? Se eu nunca mais te ver, saiba que o meu amor foi verdadeiro. Te amei sim, mais do que podes imaginar.Te amei com amor, te amei com a alma.Te amei com fé, com desespero.Te amei com ardor, te amei com esmero.Te amei com vida, com luz, com esplendor.Te amei com brilho, sinceridade, esperança. Te amei com a pureza do verdadeiro amor, te amei com a inocência de uma criança.
Matilde GCB
Enviado por Matilde GCB em 23/11/2006
Código do texto: T299403
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Matilde GCB
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 25 anos
28 textos (2404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:27)
Matilde GCB