Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Indignação

Estamos vivendo no pais do caos social, da falta de ética e moral, do submundo do mal...do errado social.
Aprendemos valores em criança que: mentir é feio, falar mal das pessoas é errado, jogar sujo ou usar de engodos é desonestidade, que omisssão é covardia, que fingir e se esconder é falta de carater...
Mas atualmente vivemso neste mundo ou sub mundo, cheio de engodos, omissões, falta de ética, desrespeito, mentiras, parece que agir desta forma é a melhor, é a que vc se dá bem, é onde enchergamos que os velhos conceitos concebidos na infancia na vida adulta de nada valem e quem deles se enraizou sofre, é humilhado, ezecrado...
A sociedade precisa lutar contra essa demagogia, ou somos todos a favor da etica e brigamos sempre que ela for quebrada ou nos calamos e não a desejamos, agora dizer que se é etico e ver absurdos e se calar é muito pior do que fazer, pois quem faz não tem valores pre concebidos, age por puro egoismo, querendo satisfazer a si e não ao proximo, devemos ser mais altruistas e corajosos e lutar por aquilo que não é só  nosso, mas de toda uma sociedade - justiça social, justiça na lei (ela foi feita pra ser cumprida e não pra ser mal interpretada), justiça nas relações humanas (se vc nao gosta de A ou B é seu direito, vc nao precisa ser falso com eles pra nao ser taxado de briguento, vc só precisa ser etico, se respeitar e pronto, esqueça o que lhe fizeram e siga em frente por que ate falar mal do outro é estar preso a ele e provar que ele é mais importante pra voce do que vc mesmo).
O poder judiciario como independente deveria ser mais humano e menos onipotente, pois pensar q por deter o poder de aplicar o direito é deter o poder de ser o direito é pensar que se é mais do que realmente a lei lhe atribui de direito, o juiz nada mais é do que o aplicador da lei e não a propria lei, ele nao pode decidir de acordo com suas convicçoes intimas e sim de acordo com os principios do direito, com a analogia, com a jurisprudencia e por fim com a propria lei e não aplica-la da forma que acha que deve ser feita, nao pode se omitir de faze-la, não pode e nem deve pensar que é mais do que realmente é, ele não é DEUS, mas nós, sociedade temos por obrigação fiscalizar estas atitudes e denunciar, tentar fazer das relações proincipalmente processuais mais dignas e justas pra ambas a s partes, pois o jogo sujo esta armado e temos o direito de denuncia-lo.
Dani Moura
Enviado por Dani Moura em 24/11/2006
Código do texto: T299840

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dani Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
146 textos (15189 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:40)
Dani Moura