Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

carta a irmã

não estou mais perto nem posso lhe ver
não estou penteando seus cabelos em frente a tv
não estou pedindo pra me entender
só quero que viva protegida do mal
do mundo e das pessoas daqui
do ar sujo e da musica barulhenta deste lugar
não estou mais te apertando contra meu peito
não sinto seu cheiro nem ouço sua voz
só quero que veja o que há de bonito aqui
e sinta o sol queimar sua pele lisa e clara
sem se preocupar com nada
não posso fazer mais o seu café
nem lavar as suas mãos
não quero que dependa de mim
só quero que te cuide sem mim
a vida engana quem é inocente
os olhos não vem e o coração não sente
ela deslumbra, encanta , pode ate rasgar ao meio
um vivente adolescente
que passeia sem culpa pelas ruas
não quero que passe por onde passei
é o meu egoismo protetor
e a minha forma de dizer
cuide-se
rdeorristt
Enviado por rdeorristt em 26/07/2005
Código do texto: T37897
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
rdeorristt
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
153 textos (5539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:40)