Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESABAFO

   Talvez está seja uma carta como qualquer outra,que eu já tenha escrito.
   Mais uma vez papel e caneta são meus companheiros,já nem sei mais o que escrever,pois minhas palavras se tornaram, monótonas chego ter á sensação de que a caneta e papel já sabem o que eu vou escrever.
   Acho que eles já sabem dos meus lamentos e tormentos talvez alguns arrependimentos.
   Eu não tinha noção de como é estrondande o grito do silêncio.
   Hoje eu me pergunto onde foi que eu errei.
   Será que foi amor demais que eu lhe dei?
   Será que eu falhei como mulher?
   São duvidas que permanecem em minha cabeça que somente o tempo poderá responder.
   O meu coração doi a solidão me atormenta e a saudade tenta me confortar.
   E tento me enganar com saudade e transparecendo que estou bem quando dentro de mim eu estou morrendo,já não sei mais o que fazer.
   Ele desepareceu de minha vida como poeira que se perde ao vento.
   Não me deu oportunidade de dizer,que eu o amava.
   Talvez ele não soubesse o quanto era grande o amor que eu sentia e ainda sinto por ele.
   Hoje eu não sei o que fazer, estou totalmente perdida numa escuridão que ele deixou dentro de mim.
   Eu ando pelas ruas procurando em outros olhares para ver se eu encontro o seu.
   Cheguei até encontrar um olhar mais quando quiz mergulhar profundamente neste olhar o meu corãção falou mais alto, e me mostrou que não era o seus.
  Hoje eu tento viver e em cada passo que eu dou tento encontrar eu e voçê.    
preta
Enviado por preta em 13/08/2005
Reeditado em 01/09/2005
Código do texto: T42343
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
preta
São Paulo - São Paulo - Brasil, 34 anos
5 textos (733 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:32)
preta