Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Salvador, 21 de agosto de 2005.

Caros leitores,

Queiram me desculpar se, por algum instante, intrometer-me em suas vidas.
Estive pensando nos idosos que vão à escola para serem alfabetizados e em seus depoimentos. Estão com as mentes ocupadas e não encontram tempo para as doenças, sentem-se mais dispostos e cheios de vitalidade, pois estão na eterna busca do conhecimento.
Observo, em minha sala, pessoas que só vão à aula para satisfazer a vontade dos pais, ou para namorar, não para aprender.
É tão legal aprender! É maravilhoso saber que a fonte do conhecimento é eterna, inesgotável e prazerosa. Aprender com os professores, com os livros, com os colegas, com as músicas, com o simples joão-de-barro, que sabe construir uma casa para pedreiro nenhum botar defeito. A natureza nos ensina a cada novo dia uma nova liçao, mas, às vezes estamos tão desatentos, que ela passa despercebida.
A cada dia temos a certeza de que a nossa bagagem está vazia e que ainda temos muito espaço para preencher, só que não sabemos como.
Gostaria que pudessem colaborar com a minha humilde bagagem. Um pouquinho de amizade, de conhecimento popular, de carinho, de conhecimento científico, de prosa e de poesia de cada um de vocês, vai enriquecer a minha malinha.
                            Beijos,
                                  Elora Razel.
ELORA RAZEL
Enviado por ELORA RAZEL em 28/08/2005
Código do texto: T45712
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ELORA RAZEL
Salvador - Bahia - Brasil, 41 anos
3 textos (260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:09)