Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nossas vidas

Querida,
Palavras podem ser apenas palavras...
Porém estas são sinceras
Porque expressam sentimentos verdadeiros.
Neste doze de maio, seu aniversário,
Quero  lhe agradecer, de coração,
Já que foi também em maio,
Há quarenta e seis anos passados,
Que decidimos nos unir,
Cheios de esperança e transbordantes de amor.

Vivemos uma paixão arrebatadora, irresistível,
Com ciúmes e um forte sentimento recíproco de posse.
Um amor profundo entre dois jovens,
Tão real e próprio da juventude que tivemos
E que resistiu até ao tempo em que se foi.

Perdemos a juventude, a chama da paixão, que se apagou.
O ciúme arrefeceu mas a confiança se consolidou.

Hoje somos companheiros, solidários,
Agora amigos, outrora amantes,
Com lembranças do passado, boas e nem tanto.
E missões para o futuro, se o pudermos alcançar,
Ainda a cumprir, mesmo com embaraços e percalços,
Juntos, tenho esperança, vamos conseguir.

Mas quem sabe, talvez, possamos ainda sonhar
E ver concretizar, sem nenhum egoísmo,
Para os nossos filhos e netos, o bem estar,
A auto-estima, a convivência e a paz interior.

Se isto acontecer me dou por realizado,
Já que a minha consciência não me acusa,
Nem de longe, um gesto, um ato, uma maldade
Que fosse premeditada.
E assim acho que merecemos, pelo menos,
No tempo que nos resta, mais um pouco de felicidade.

Parabéns. Obrigado por existir e estar junto a mim.
Augusto Canabrava
Enviado por Augusto Canabrava em 20/10/2005
Reeditado em 10/07/2009
Código do texto: T61298
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Canabrava
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
77 textos (10678 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:42)
Augusto Canabrava