Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEFEITOS

Hei você,
é, você mesmo.
Por que rir de mim?
O que eu tenho de engraçado?
Será que é palhaçada alguém ouvir núsica na varanda?
Ou, eu tenho esse defeito que pra você é engraçado?
Mais se fosse você no meu lugar?
Como você se sentiria, se alguém fizesse com você, o que você faz comigo?
O que aconteceu no passado, pra mim, já morreu à muito tempo.

Se uma criança fizesse o que você fez comigo, eu até que poderia entender.
Porque seria uma criança;
Mais você, uma adulta, agindo dessa forma!

O que você pretende conseguir com isso?
Qual foi o mal que lhe fiz?
Será que meu coração é um livro de piadas, que você olha pra ele e já sente vontade de rir?

Desculpe-me, você pode não gostar do que vou escrever agora, mais, raciocine um pouco, e vê se não tenho razão:
Eu tenho pena dessas pessoas que riem dos defeitos alheios, porque elas não percebem que estão demonstrando e rindo dos seus próprios defeitos, e por incrível que pareça, são piores ou maiores do que os meus.

Antes de você rir de uma pessoa, por qualquer motivo que seja,
pense antes na amizade e na estima que essa pessoa possa ter por você;
Olhe também, primeiro para os seus defeitos, porque não há no mundo,
pessoas perfeitas; Todos nós temos defeitos e por isso,
ao invés de rir; Porque não respeitar?
Seria a coisa que qualquer pessoa mentalmente normal faria;
Mais, que pena, embora você não admita,
você tem mais defeito que eu.
JOÂO CLEMENTE DE MIRANDA
Enviado por JOÂO CLEMENTE DE MIRANDA em 25/08/2007
Reeditado em 27/02/2014
Código do texto: T622867
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOÂO CLEMENTE DE MIRANDA
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 58 anos
15 textos (1323 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 06:54)
JOÂO CLEMENTE DE MIRANDA