Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades... ( Terceira Carta ao Amor )

Saudades... ( Terceira Carta ao Amor )
 
 
Oi... Como tens passado?
Chego de novo ao teu correio para continuar o monólogo...
Taí....qual é a palavra que denomina o escrevinhador solitário?
Aguardarei que um dia me o digas.
Hoje falarei de minhas loucuras. Todos tem de ter um pouco de loucura para
serem livres. A minha liberdade cá está: uma folha em branco e uma caneta...
Com isso crio meus sonhos e mergulho minha mente na saudade que sinto.
Aí, ficas ao alcance de um olhar, de minhas mãos, de meus sentidos.
Chego a ouvir tua voz. Te materializo.
Dou sentido a existência recriando o amor.
Sou uma fiandeira de sonhos e de saudades.
E embalada na lembrança que vou tecendo  - saio de mim -
e viajo pelas noites estreladas,
Vou tecendo um tapete ( ou a mortalha? ) com os retalhos da vida...
E nesses momentos sinto-me eterna, sou água, sou fogo, sou o ar, e sou melodia da
canção de ninar que balança minhas tardes nas redes dos sonhos...
Como um navio sigo lentamente singrando mares e loucuras próprios
das buscas e esperas...
Te disse que de novo está chovendo? A chuva tem hora traz tanta melancolia...
são gotas que sobem e voltam e somem na terra.... um circulo igual ao meu!
 
Delasnieve Daspet
09-02-03  00,30 hs
Campo Grande MS
Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 30/08/2007
Código do texto: T630151
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
688 textos (29583 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 18:55)
Delasnieve Daspet