Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Carta que Nunca foi entregue! (Grande Engano)

Eu queria muito poder te dizer o quanto você é importante pra mim. Com você eu aprendi a olhar a vida de outra forma, você me fez olhar para frente e sentir esperança...Esperança de que existiria um futuro.
Quanta bobagem! Agora que eu abri os olhos, vi que esse futuro nunca existirá. Termina agora o que nunca existiu.
Eu realmente cansei de me iludir, mas não se preocupe a culpa de tudo isso não é sua, você nunca me deu esperanças, eu que as alimentei sozinha, criei o “nosso” mundo... Fantasias e fantasias!
Agora já chega, coloquei meus pés no chão, mas tenho que confessar: Está muito difícil caminhar. A cada passo que dou fico mais longe de você, e isso dói tanto... Dói como se cravassem uma faca em meu peito.
Todo o meu amor se derrama em lágrimas nesse momento, se perde por essas palavras, só que está impregnado na minha mente, no meu corpo, na minha alma...
Tudo que eu falo, tudo que faço...Tudo que eu penso sempre tem um pouco de você!
Mas eu realmente não posso mais viver assim.
Então eu estou escrevendo para lhe dar adeus. Eu quero que você saiba que todo o amor que eu não pude lhe entregar, me fez sofrer demais e foi me matando aos poucos. Melhor acabar com tudo de vez.
Eu “morro” aqui, mas deixo a marca do meu amor por você, através das palavras, das letras... Através do tempo, em suas lembranças. ADEUS “MEU” AMOR!
Ana Lisboa
Enviado por Ana Lisboa em 15/09/2007
Código do texto: T653086

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Lisboa
Cricíuma - Santa Catarina - Brasil, 27 anos
25 textos (10298 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 10:43)
Ana Lisboa