Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta a um anjo

Meu querido anjo da guarda
 
Eu queria te contar o que vai aqui neste pequenino coração, os medos, as minhas dúvidas e partilhar contigo as alegrias, confessar os meus pecados e traquinices.
Meu anjo de luz e amor, porque é que no meu mundo eu vejo tanto sofrimento e dor, vejo crianças a serem mortas, abusadas e aterrorizadas pelos mais crescidos e por vezes pelos que mais deviam amar. Porque meu anjo no lugar de amor e bem estar, eles nos culpam de seus erros e seus devaneios e violam este amor que sentimos incondicional?
Porque meu anjo os adultos fazem guerras, provocam as fomes, alteram a natureza e desrespeitam os irmãos?
Não consigo entender porque tanta devastação, tanto sofrimento e tanto altruísmo entre eles mesmos...
Quando era bem pequenino, lembro do colo quente de minha mãe, sua voz doce me embalando nos sonhos, sentia seguro, feliz e no céu. Quantos não souberam que era tudo isso, quantos ainda na pobre barriga já sao órfãos de pais.
Lembro também antes de deitar ajoelhar nos pés da minha cama a dizer as orações, a minha mãe ensinava conversa meu filho com Jesus ele ira te escutar, realmente eu sentia Jesus escutando, pedi um lindo anjo, ele enviou a ti para me proteger e orientar. Como sou grato por este belo presente, talvez por isso eu estou escrevendo para me ajudares a não ter magoa e tristeza neste coração  pequenino.
Pois é meu querido anjo e amigo das minhas dúvidas, eu ainda sinto algumas quando vejo o meus avós entregues a sua velhice com toda a dignidade, outros eu vejo no mais prefeito abandono, sem ninguém, despejados em lares e entregues para morrer quando deviamos estar tão gratos por tudo o que eles nos pro posicionaram na vida. As vezes vejo nos seus olhos tanto amor, tanta sabedoria, sorrindo e aceitando o destino traçado por falta de amor.
Olho para a Televisão e para o computador e só se  ve desgraças, vejo gente destroçada, dor, desentendimentos, imposições dos mais fortes sobre os mais fracos, leis cada dia piores, governantes sem carácter, ajudantes corruptos, outros coitados querendo reparar os erros e sao calados e oprimidos.
Mas o pior o meu anjo lindo e falta de fé nos homens, falta de amor que eles sentem, produzindo em grandes massas a solidão e revolta com dor. Estes dias assisti a grande debate de religiões, confesso que já esta a mudar mas ainda meu anjo eu preciso de ajuda ai no céu, ninguém se entende, todos querem ser os melhores e certos e quando meu anjo O Nosso Pai e só um o Meu Deus.
Eu ontem sentei no meu quarto e chorei, senti o meu coração abrindo de dor, pedi ajuda a Jesus pois eu já não suporto tanta dor e tu meu anjo, não sofreras também?
Sabes anjo nem tudo e mau e feio, tem tantas coisas belas aqui, que ninguém dá o devido valor e eu as sinto a cada dia mais como um verdadeiro milagre de vida.
Abro a minha janela e vejo o dia nascer com toda aquela agitação de vida,  as aves voando em grandes voos, os animais despertando, as flores desabrochando e deixando sair os suaves aromas. o sol aparecendo forte e quente, a brisa correndo, as nuvens passeando pelo céu e eu estava grato por tanta beleza.
Olho para o céu e agradeço toda aquela oferta divina que estava ali recebendo, desço para tomar o pequeno almoço e sorrio aos meus pais e saio para escola. Brinco, aprendo e tenho outros corações como o meu ansiosos por mudarem o mundo, em vez de computador, jogos, insultos e agressões, juntamos e conversamos expondo formas de poder mudar algo. Cada um teve uma pequena missão, uns seriam ajudar alguém, outros mudarem as mentes dos mais agressivos, outros escreverem para os jornais mas todos iríamos unir e ajudar .
Eu resolvi te escrever esta carta pois somos grandes amigos desde pequenino, sempre conversamos horas a fio e como cresci e me esqueci um pouco de ti, resolvi pedir desculpa por me ausentar da tua linda amizade.
Hoje meu anjo já tenho muita mais idade mas este coração ainda permanece criança e sente a saudade desse amor e amizade que aprendi a doar aos outros.
Agora chegou a hora de te pedir ajuda tanto para mim como para os meus irmãos que precisam de ajuda e abrir os seus corações ao amor.
Pelo menos meu anjo tu me escutaste e aliviaste o meu coração na dor.
Obrigado meu anjo por existires no meu coração
   


 
 
Betimartins
Enviado por Betimartins em 17/09/2007
Código do texto: T655705

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Betimartins
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
1675 textos (97732 leituras)
9 áudios (899 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 02:17)
Betimartins