Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor perdido

Quantas vezes penso em ti, nesse muro infernal
que nos fez separados, nessa parede que não me
deixou tocar-te, sentir-te...abrir meus braços
pra te enlaçar...
Só eu sei desta dor que me sufoca, que me rasga
as carnes abrindo feridas...
Das noites vazias, das lágrimas secadas no travesseiro
Só eu sei o quanto me custa estar aqui presa e o
quanto me atormentam os beijos que não tive, as mãos
que não  me tocaram...
A angústia de viver uma eterna espera de algo que
nunca acontece, que vai se perdendo e o que se perde
nem eu sei, pois para perder é preciso ter e eu não tive...
Dói meu coração e minha alma numa dor infinita e sem nexo.
Queria fugir, me esconder, como se possível fosse sair
dela e fazer com ela se dilacere por si só. Queria
arrancar do meu peito qualquer vestígio teu, queria algo
que me tomasse por inteiro, pra não ter que pensar,
queria dizer que não te quero, que tu eras só uma ilusão,
um fantasma a atormentar-me como se eu tivesse que
resgatar minhas culpas, queria dizer que meu corpo
não te clama,que não chamo por ti em devaneios na
escuridão do meu quarto quando a noite se abate sobre mim...
Me perco em pensamentos confusos, em sonhos que me
levam sem rumo pelas noites.
Tanta coisa eu queria dizer, mas só o silêncio pra
ouvi-las e o vento pra levá-las...
(Menina do Rio)
Menina do Rio
Enviado por Menina do Rio em 17/09/2007
Código do texto: T656028

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Menina do Rio
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
18 textos (524 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:57)
Menina do Rio