Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sei que não devia mas....

Sei que quando não devia ter a vontatade de você
A áncia de amar você,
Embreagar-me do teu perfume
Quando tudo diz que não devo te amar
Te amo.....

Muito menos te desejar, ter a grande vontade
Do toque, ate do piscar das tuas pálpebras,
Sei que tudo vai ser proibido por todos!
Mas te quero muito mas...
Assim como um rescem-nascido que presiza
Do cheiro de sua mãe.

Como faço para te ter compeltamente,
No meu eu junto com o seu,
Para matar toda a minha grande vontade
Revelando-se.




Ronnellya Parente


pena mulher
Enviado por pena mulher em 21/09/2007
Código do texto: T661935

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
pena mulher
Sobral - Ceará - Brasil, 29 anos
31 textos (3625 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 08:41)
pena mulher