Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um amor eterno

Atravessei vales da dor profunda com tristeza em meu coração e desprezo no olhar. Chorei comigo mesmo sozinho em mares que criei com minhas próprias lagrimas da tristeza, por perder para mim mesmo um amor que julguei eterno, melando-me com a ilusão de que alguém sempre faria um brilho de luz aumentar minhas esperanças  para continuar sendo feliz ao lado de quem meu coração escolheu. Tirei-me de tal tristeza com esforços do coração, estranhei meus sentimentos, me senti confuso, mas hoje sei que toda a dor e todo o amor que sinto valem à pena quando se tocam nossos lábios e descobri que o amor nasce de um gesto, de um olhar. Hoje sei mais que ninguém o quanto a amo eternamente.
Dinhoo
Enviado por Dinhoo em 25/09/2007
Código do texto: T667507
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dinhoo
Toledo - Paraná - Brasil, 29 anos
15 textos (1420 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 10:37)
Dinhoo