Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobrio


Quanto me surpreende tu ao chegar assim de repente,
e dizer me que nosso amor acabou.

As juras de eterna paixão e sonhos de uma longa
jornada,

Apos tantos anos juntos o fim.
Der repente, sinto me tão dependente de ti que
o chão se abre e a min engole sem compaixão.

Fico sem rumo e a me perguntar, aonde foi que errei.
Respostas não vem, somente meu desespero por ti
perder,

Rondo as noites sem rumo, e em garrafas a lhe procurar.
a cada copo vem a pergunta, aonde esta você.

Por anos busco a razão deste meu tormento, sem a resposta,
eu alcançar.


Hoje sóbrio sem o álcool a me sustentar, sinto minhas forças.
a voltar e sem você pela primeira vez consigo respirar.

Da dor ficou a saudade e do amor a lembrança doce dos dias
felizes que tivemos.

Agora apos anos penso em recomeçar, Mas será que desta vês
consigo as juras e sonhos completar.


amaury candido
Enviado por amaury candido em 29/09/2007
Reeditado em 18/10/2007
Código do texto: T673615
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do altor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
amaury candido
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 57 anos
18 textos (1978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 21:00)
amaury candido