Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para minha mãe a quem não consigo mais alcançar suas memórias

Mãe,
o que foi que o destino aprontou pra nós...
Todo nosso tempo de mãe e filha, vivemos desencontradas...
Você voltada para o trabalho, impulsionada pelo desejo de ver sua filha bem tratada e orientada sem você, e ter ganhos suficientes para que eu tivesse a oportunidade que você orgulhosa aspirava para mim...
Mas tudo de bom ficava endeusado no peito, e a gente pouco se comprendia, pocuco se comunicava... e o tempo passou...
Dos seus sonhos, galguei alguns degraus da esfera social, depois decaí e cá estou ainda tentando me soerguer... e enquanto isso você sumiu... você está fisicamente perto de mim, mas sua mente partiu para um canto inimaginável e volta de lá as pressas a todo instante para me sorrir e dizer-me: Que Nossa Senhora da Conceição lhe abençoe, minha filha".. Ah.. minha mãe, o que fizemos do nosso tempo que não nos permitiu sabermos mais dos sonhos e segredos uma da outra? E agora, já não posso mais alcançar suas memórias, e vejo-a sempre tiritante e confusa... andando sem direção, dizendo coisas que segundos depois já nem se lembra... É, a vida é assim, nada do que eu faça agora, poderá lhe arrancar uma risada franca e vivaz, mas ainda estamos lado a lado... juntas, até o fim.
Jayni Paula
Enviado por Jayni Paula em 09/10/2007
Reeditado em 29/06/2012
Código do texto: T686423
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jayni Paula
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
183 textos (10653 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 05:17)
Jayni Paula