Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À Você, meu amor

No decorrer de nossas vidas, temos dois grandes amores. O primeiro, na adolencência. Despertamos para o amor e esse será intenso, será eterno e quando termina; porque tudo um dia se acaba; achamos que vamos morrer, choramos vários travesseiros, pensamos que nossa vida acabou. Alguns desses romances são realmente tão verdadeiros, tão grande que, mesmo quando termina por alguma razão do destino, ficam para sempre guardados em nossos corações...mas é raro. Quando  acontece, parece que fecha nossos sentimentos para qualquer outro que possa surgir e assim, vamos vivendo de lembranças, pois  foi só o que restou .
O segundo  grande amor...e aí , já somos adultos, sabemos dos nossos sentimentos e esse vem com toda a força e energia que ainda
temos...vem sem controle, vem arrasando...como a fênix que ressurge das cinzas, quer voar alto, quer viver tudo que não pode antes; que deixou adormecer, com as recordaões do amor adolescente;  grande mal...atitude errada..É assim para um, mas não necessariamente para o ser amado.
E como tudo na vida se acaba...esse também vai. Vai deixando uma grande dor,,tão profunda, triste..até uma certa mágoa, talvez por nós mesmas ,,,que novamente perdemos...E dói..dói profundamente, pois sabemos que acabaram-se as esperanças, as ilusões, o brilho que reacendeu nossos olhos,,,morrem também...o riso tolo por qualquer bobagens,,que é assim que ficamos quando amamos...até, quando damos conta...estamos cantarolando um canção de amor...
Mas termina, por uma razaõ ou outra, acaba...Outra vez, somos derrotadas por amar demais...talvez seja esse o erro...se doar tanto...
Temos que agir com a 'Razão", afinal somos crescidas, fortes, com experiência de vida...gostaria de conhecer alguem, algum adulto,,que no amor verdadeiro,,consiga administrar um sentimento de amor forte,
usando a razão...Vamos sofrer, vamos sofrer e muito; não teremos mais ilusões, temos noção de que é o fim, fim de linha. Parada final...
Mesmo assim, prefiro sentir saudades, chorar de não ter mais meu amor, ficar triste, tentar reagir...prefiro mil vezes, a não sentir nada..não amar..ser fria ...não!!! prefiro sofrer, pois o amor é o mais lindo de todos os sentimentos, em todos os aspectos. Creio que sofre bem mais, quem não é capaz de amar, de se entregar ao amor completamente...inteira...sem restrições...Sofrer, sentir saudades, chorar quando a solidão apertar...vai acontecer, mesmo assim, o amor sempre vale...sempre vale amar. E eu amo.   Naja
naja
Enviado por naja em 12/10/2007
Reeditado em 29/10/2007
Código do texto: T691082
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
naja
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1207 textos (236279 leituras)
147 áudios (33086 audições)
525 e-livros (50965 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 02:16)
naja