Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O abrir dos olhos

Seus olhos, são como os olhos do acerto de contas. Que me mostram meus maiores momentos da vida. Tudo aquilo q a um segundo, era o hoje. E q agora não passa de passado.
Seus olhos me envolvem, e me fazem simplesmente perceber as arestas da vida das quais não dei conta...
Seus olhos, me seduzem, fazendo com que a tristeza dos seus atos, simplesmente não sejam vistas, e que simplesmente não nos cruze.
Você sabe disso.
E fica feliz com isso.
Mas sentimentos, são as maiores arestas da sua vida. Você faz questão de apagar, esquecer. Você simplesmente não dá valor.
Nada como o tempo para nos fazer "perceber" as pessoas. Para nos fazer entender as coisas.
Encaro o q o você faz da sua vida, e o q vc me fez fazer da minha, como Medo. Medo de amar, e de não ser amado; medo de sofrer os revezes, e até mesmo medo de não ter sempre a solução para todos os momentos, para todos os "sentimentos"; e principalmente, medo de viver em eterna solidão. Solidão esta que é criada e alimentada por um desespero de não ser capaz.
Amor, não quero mais a sedução dos seus olhos. Não quero essa solidão para minha vida. Esse medo de viver, e essa incerteza constante.
Quero sim, a certeza de que quando outros olhos se mostrarem como o espelho de minha vida, eu tenha o prazer de enxergar q a solidão acabou, e que agora no espelho, já não estou mais sozinha!
Meus olhos querido, revelam para você o quanto o sentimento é o aniquilador da sua solidão. Pena. O Paraíso ainda não é para você. O seu "acerto de contas" amor, ainda vai demorar. É só você abrir os olhos, acordar.
Laine
Enviado por Laine em 13/10/2007
Código do texto: T692830
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laine
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
58 textos (40735 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 22:25)
Laine