Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje, amanha e depois..

Hoje em dia vejo tudo aquilo que não gosto e não posso mudar.
Vejo muito mais longe do que deveria e ninguém vê o que eu vejo.
Como provar o contrario para quem tem olhos que não enxergam, porque então não doam para quem queira e  não tem esta visão.
O dever de quem deveria proteger e se esconde atrás de quem deveria ser protegido.
As escuridões dos barracos nos altos dos morros são mais protegidas que os metros mais quadrados e perfeitos de terra.
O escudo humano este formado e somos feito de nós, eu e você.
Mais ainda, possa ter alguém que vê tudo de tão distante e enxerga por seus olhos e coloca seus homens de boa fé em troca de compaixão.
Sinto não viver no tempo em que os jovens já velhos falaram "Quantas coisas que, ontem, eram artigos de fé, são hoje meras fábulas." e hoje"É impossível calcular o dano moral, se é que posso chamá-lo assim, que a mentira mental tem causado na sociedade.”.
Passa o dia e noite vem e o que será o amanha, quem sabe?
Possa eu um dia estar com você ou não, mais isso vai depender do outros que queiram enxergar com pró-pios olhos e que eu gostaria.
Porem isso depende de quem quiser!
Wagnerribeiro
Enviado por Wagnerribeiro em 26/10/2007
Reeditado em 26/10/2007
Código do texto: T710626

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wagnerribeiro
Curitiba - Paraná - Brasil, 36 anos
12 textos (2316 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 12:50)
Wagnerribeiro