Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

uma carta de adeus

Tentei te dizer de todas as formas como eu me sentia, mas você nem se quer me viu ou ouviu. Eu apenas queria que você me ouvisse, que sentisse a minha presença, mas você não me deu valor tão entretido estava com sua própria dor.
Agora o que me resta é te dizer adeus, queria ter partido sem te dizer nenhuma palavra, mas o meu espirito aflito não conseguiu partir sem antes olhar para tráz.
As lágrimas queimam o meu rosto, sufoco o meu pranto para que você não as percebecem e o meu peito se contrai em um doloroso abandono.
Te deixo o meu adeus morto, vazio, sereno.
Tranco a porta da minha alma sem olhar o sangue que jorra das minhas mãos cansadas e vou embora levando comigo apenas a solidão.
Adeus, se tivesse sido diferente, se tivesse olhado meus olhos, então teria visto como eles te suplicavam um pouco de vida e amor. Adeus...
Adeus... Adeus.
jeane mascarenhas
Enviado por jeane mascarenhas em 27/10/2007
Código do texto: T711709

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
jeane mascarenhas
Salvador - Bahia - Brasil, 30 anos
10 textos (1508 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:14)
jeane mascarenhas