Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta a Alguém distante

De tão próxima fez se distante o motivo não sei por que, ora mais que amiga poderia chamar-te irmã e me atrevo a mais irmã mais velha por ter sempre bons conselhos
Diria que e mentira ou ilusão talvez vertigem que numa tarde me disse " eu te amo " com ternura de irmã, mas fez - se distante como se fosse incomodo minha presença.
Como disse você uma vez " sinto falta de nossas conversas de dor de cotovelo ". Foram bons dias de uma árvore, amigos e muita conversa na medida da hora, tempo suficiente para ficar na memórias só agora cogito a ide-a de isso ter significado algo a você mas prefiro acreditar que sim.
Sua amizade faz falta sim e ate reemendo quero sua amizade de volta tão forte quanto a anos atrás. E o que indigna e que não sei o por que de ter se afastado assim.
Sinto Saudade dos seus textos geniais em que queria ter a pontinha do talento que você possui com caneta e o papel Confesso aqui que ate saudade das broncas por erros gramaticais e ortográficos sinto saudade.
Grande falta faz sua amizade, pela vozes de antigos ouvi dizer que andavas de mãos dadas com alguém  e Desejo-te Toda felicidade desce mundo e muito carinho e inspiração.
Certo de que não me cabe acabar esta carta com as palavras que queria usarei outras de distinta proximidade Tenho muito carinho por ti
Do seu amigo que se fez distante.....

Carta a Alguém distante
Zuza o Poeta Aprendiz
Enviado por Zuza o Poeta Aprendiz em 27/10/2007
Código do texto: T712858
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zuza o Poeta Aprendiz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 26 anos
38 textos (5307 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:25)
Zuza o Poeta Aprendiz