Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta para meu Filho


Meu filho. Espero que te encontres bem aí no céu.
 Nós, cá ficamos neste inferno.
A nossa esperança é que um dia nos juntaremos
de novo. Faz hoje anos, que tu partiste.
Tu estás sempre no nosso pensamento.
As saudades são imensas. Recordamos-te sempre, com muitas saudades. Não esqueço o tempo que passamos juntos.
Foram os melhores anos das nossas vidas.
Lembro-me, que quando nasceste, eu cheguei atrasado
para filmar o momento. Todo aquele tempo de mudar
 as fraldas e dar o biberão foi um encanto. Foste crescendo e as
traquinices eram muitas. Tinhas um encanto com as
igrejas e campanários. Lembras-te, que quando passavas
 junto de uma igreja dizias:”Pai, olho sino!!” ou “Pai, olha o relógio!!”.
Agora sou eu, que quando passo junto às Igrejas,
que tu bem conhecias, e olho os sinos ou relógios,
me recordo dessas tuas palavras!
Meu filho. Neste momento, não quero esquecer o quanto
sofreste. Todo aquele tempo de padecimento!
Mas vamos deitar isso para trás e só recordar
 o que foi bom!
Olha, a carta já vai longa. Recebe de nós muitos
 saudosos beijos e até um dia!! O teu pai

Carlos

Carlos Jorge Gomes Candan
Enviado por Carlos Jorge Gomes Candan em 04/11/2007
Reeditado em 04/11/2007
Código do texto: T722490

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Jorge Gomes Candan
Portugal
51 textos (1408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 09:45)
Carlos Jorge Gomes Candan