Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Infelizmente tive escrever

A sinceridade?

Estou a descrever nesta carta, a forma mais perversa de maltratar um coração. Quando jogamos cartas, são as melhores que ganharão, não serão, em outras palavras, como as de maiores números, as melhores são as de maiores valores simbólicos. Estou sentado com você, na esquina, esperando o trem passar, mas a verdade é mais dura e mais inconformista do que belas metáforas. Assim como Cristo, fui transformado em nada pelas injurias e incompreensões que, talvez, quem saiba Deus, seja algo fruto da ignorância (da cegueira que te contamina a verdade), parece que o universo conspira aos teus olhos e a verdade te contamina a alma. O tesouro de um homem é saber onde é. A tristeza contamina e os meus olhos enxergam o meu inferior e a tua inocência... A tua puerilidade... Jamais em minha vida, imaginei sentir algo tão modernista por você, e nada tão mesquinho! Prefiro ficar em poucas palavras, para você será o bastante!
Machado Gomes
Enviado por Machado Gomes em 05/11/2007
Código do texto: T723710

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Machado Gomes
Parnaíba - Piauí - Brasil, 30 anos
12 textos (26973 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:39)
Machado Gomes