Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

....CARTA DIFERENTE....

CARTA.... DE UM LOUCO PARA UM MALUCO

ERA MEIA NOITE, O SOL BRILHAVA ENTRE AS TREVAS DE UM DIA CLARO E BONITO UM HOMEM VESTIDO SEM ROUPA COM AS MÃOS NOS BOLSOS ESTAVA DE PÉ NUMA PEDRA DE PAU NA BEIRA DO RIO SECO.

ELE DIZIA : “EU PREFIRO MORRER QUE DEIXAR DE VIVER”.
NAQUELE MOMENTO UM SURDO OUVIU MUDO FALAR DE UM ALEIJADO QUE CORRIA ATRÁS DE UM CARRO PARADO.

BEM LONGE PERTO UM CARECA PENTEAVA SEUS LINDOS CABELOS LOIROS.

A NOITE DURANTE O DIA SENTI UMA APETITOSA VONTADE DE COMER EM UM PRATO SEM ALIMENTOS.

VI PEIXES TREINANDO NATAÇÃO NUM LAGO SEM ÁGUA E OUTROS SUICIDANDO PARA VIVER, AO ACORDAR PERCEBI QUE ESTAVA DORMINDO.

ENQUANTO ISSO, UM CEGO VIA PASSARINHOS PASTANDO E VACAS PULANDO DE GALHO A PROCURA DE SEU NINHO.

E TAMBÉM VI UM SUJEITO COMENDO O GUARDANAPO E LIMPANDO A BOCA COM O BIFE.

ASSIM COMECEI A CITAR POESIA COLOCANDO ME DIZENDO : MAIS VALE UM VIVO MORTO QUE  MORTO VIVO.

QUANDO ACORDEI COM O DESPERTADOR NA CAMA, LEVANTEI E ME PREPAREI PARA MAIS UM DIA DE DESCANSO COM MUITO TRABALHO.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
(EXISTE LOUCURA EM TUDO MESMO, ATÉ PRA ESCREVER CARTA !!!)
Kátia Andrade
Enviado por Kátia Andrade em 06/11/2007
Código do texto: T725345

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Kátia Andrade
Osasco - São Paulo - Brasil, 35 anos
102 textos (14001 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 05:35)
Kátia Andrade