Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR É COISA SÉRIA

Meu Menino,

Com que seriedade te ouvi, esta madrugada.
Tudo que falaste foi tão importante!

Sereno e convicto tu me passas teu pensar, teu sentir, teu esperar.
Fiquei estarrecida: ainda tens esperança! Inda confias num porvir!
Um futuro que não vou ver, mas, como torço para que tu o vejas!
Quero-te feliz. Quero-te realizado. Quero tudo para ti.

Com que seriedade me ensinaste tanta coisa.
Algumas que eu já soube um dia, mas estavam esquecidas porque as
arquivei num cantinho da memória chamado "arquivo morto", por força das
decepções e desilusões.
Fui rememorando-as à medida que falavas.
Outras eu não sabia, ou dei-lhes as costas antes que me invadissem,
ou as deletei antes mesmo de conhecer o verbo deletar...
Mas te ouvi compenetrada,
numa atitude de reverência ao teu sonho maravilhoso.

Com que seriedade falamos de nossas vidas, de suas aventuras,
de nossos amores, de meu amor maior.
Eu rindo dos ciuminhos que fustigam as tuas meninas.
Tu me incentivando a amar mais e mais amores,
sem perder o rumo de nenhum.
Ambos comungando o mesmo respeito ao sagrado direito de ser livre,
de voar no espaço de outros braços, e de sermos inteiros para cada um.
Um mistério que poucos entenderiam.
Um mistério que temos o privilégio de entender e realizar.

Com que seriedade entregamos nossos corpos ao amor.
Apenas a uma troca de palavras simples e de sorrisos cheios de desejo.
Amor movido a sussurros e gemidos, matando fome e sede incontroláveis,
num clima manso de ternura.
Deste-me o primeiro gozo e me acompanhaste ao segundo.
Rimos de prazer, quase saciados.
E outro gozo me alcançou e desabrochou
ao som da música que cantavas para mim.
E um outro, que eu não sabia ser o último,
ouvindo um poema que dizias
e cujas palavras não penetraram meus ouvidos
para os quais bastava tua voz macia e carinhosa.

Com que seriedade nos beijamos e nos despedimos,
para mergulhar num sono reparador e tranqüilo.
E a magia permaneceu em nossa alma e alimentou nossos sonhos.
Sal
Enviado por Sal em 17/11/2005
Código do texto: T72623
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44790 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:35)
Sal