Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu não sou mas posso ser

   Não sou o sol que nasce no infinito.
mas posso bronsear o teu corpo,
  Não sou a chuva que cai do céu azul,
mas posso deixar-te molhado,
  Não sou o mar que para na praia da areia deserta,
mas posso ser a lagrima salgada que tristece o teu olhar,
   Não sou o rio de águas clarasque te trouxe ao porto que uniu nossos sentimentos,
mas posso ser a correnteza que leva para longe tua intima solidão.
   Não sou o fogo da serra seca.
mas posso ser a chama que te aquecede paixão,
  Não sou a dona da sua vida,
mas posso ser a dona do seu coração.
  Não sou a estrela que brilha na escuridão da noite,
mas posso ser a luz que ilumina a tua eternidade.
  Não sou o soturno que as vezes surge na emensidão do espaço.
 mas posso laçar o teu amor  com a furia de um beijo meu.!!!!!
 
Herlem Moraes Farias
Enviado por Herlem Moraes Farias em 13/11/2007
Código do texto: T735827
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Herlem Moraes Farias
Marabá - Pará - Brasil, 24 anos
12 textos (1420 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 12:22)