Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sei que errei,mas quero ser sua amiga.

        Tenho andado melancólica, triste com a sensação de que cometi um crime.O peso  da culpa não me deixa conciliar o sono,causando insônia. Afinal seu pedido  desordenou meus pensamentos,e deixou meus sentimentos em estado de confusão. Sei que o seu pedido é a única  coisa certa, a saída corretamente ética  e singular para encerrar de vez essa questão,que por mais que eu  tenha desejado  não  havia e nem há probabilidade  de concretização futura.

            Sei que errei!E o meu primeiro erro foi confessar os meus sentimentos a você;depois,persisti errando ,envolvendo você nessa teia  de troca de olhares, de mensagens, de discretas carícias, enfim tudo!Aí, sem avaliar o quanto isso poderia ser perigoso ousei ,e invadi sua privacidade, fui longe demais!
Mas, é o que acontece quando as emoções tomam conta  de um Ser apaixonado.E, este só se importa em saber se o ente querido está bem, e quer alegrar o dia a dia da pessoa lembrando-lhe  o quanto é querida,amada.

           Aí, veio  a sentença: Parar com tudo!
Foi um choque,mesmo sabendo que é o correto.Parece castigo ,uma repreensão a uma menina teimosa e sem modos.Sei que sua sinceridade e honestidade é digna de adimiração.E isso  ameniza ,de certa forma, minha angústia.Sei também que não quiz me magoar, e que não foi, provavelmente, tão simples para você me enviar tal pedido.Afinal aonde está o carinho que você  se dizia sentir por mim?Aonde ficou o desejo  de me beijar, abraçar, acariciar minha pele?
Que bom que sua sensatez ,praticidade e racionalismo  são maiores que suas emoções,sinceramente:Parabéns!

        Contudo ,o que mais me feriu e, causou-me angustia e decepção foi seu comportamento hostil,distante para comigo.Transmitiu a imagem de alguém que estava com raiva ,chateado comigo,como só eu  e meus sentimentos fôssemos os únicos culpados dessa história.Senti-me rejeitada, sem merecimento de nada , nem mesmo de um  simples :Olá!
E até o momento me pergunto  o que fiz de tão grave para perder sua amizade,sua atenção, seu carisma...

        Porque encerrar com o jogo de sedução  eu compreendo,mas evitar falar comigo, não  me cumprimentar é diferente.Então passei todo tempo me perguntando, e ainda me indago: De que adianta ele me achar linda, charmosa, inteligente ,carinhosa? Se nenhuma dessas qualidades são suficiente para manter uma amizade sincera? Aonde está o carinho que você proferiu sentir por mim? Será que li errado suas mensagens? Ou interpretei erronamente? E aqueles olhares de adimiração?

       Sempre tive medo  que  as coisas chegassem a esse estágio ,pois prezo demais sua amizade, talvez ,você não saiba ou não dê o devido valor.Acredite você é tão importante para mim que quis fazer parte de suas alegrias,e com você festejar;e de suas tristezas para juntos encontrarmos  o lado bom da vida.  E foi nesse ponto que pequei: "excesso de bem-querer."

           No momento estou triste ,acabrunhada,mas começo a dissipar a decepção,e procuro aliviar as mágoas.Sei que  os sonhos destruídos  não poderei reconstruí-los,porém afirmo  que foi maravilhoso!
Amei cada mensagem, cada olhar, cada sorriso, cada suave e discreto  toque...Amei tudo! Apesar de ter sido vivido em função de um sonho tão efêmero.

         Agradeço por me achar uma pessoa de valor, e digna de  encontrar um amor sincero.
Volto a pedir perdão por tantos transtornos que causei em sua vida.Mas peço,caso você concorde que eu mereça ,que seja meu amigo,e se algum dia precisar de uma amiga ,assim emocionalmente dominada por sentimentos românticos, procure-me.
Você sabe como  me encontrar.

               Felicidades!!!
Maryane Ribeiro
Enviado por Maryane Ribeiro em 24/11/2007
Reeditado em 27/11/2007
Código do texto: T751222
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maryane Ribeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
241 textos (22935 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 21:20)
Maryane Ribeiro