Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desculpa!

Depois de muito tempo, volto aqui! Na realidade eu tinha esquecido minha senha e nunca tive o interesse de clicar "perdeu a senha?", mas sempre tinha vontade de voltar. Engraçado isso. E hoje eu decidi clicar no link, pedir minha senha (e se souberem qual era a senha, acho que até morreriam de rir)e fiz isso,pelo simples fato de precisar falar o que estava acontecendo. E acho que depois de algumas pessoas lerem isso talvez entendam certas atitudes que eu andei tomando, e espero que me compreendam.
Eu definiria uma parte da minha, como um teatro, um teatro que eu fazia todos dias, e que eu mesma muitas vezes me cansava de algumas farças. Chegava a parar e dizer pra mim mesma: "Para, cansei de fingir!", não me interpretem mal por favor, eu não fui falsa e nem menti pra ninguém, só estava em conflito comigo. Me lembro de uma vez, que eu fiz uma besteira e eu estava altamente invocada, mas eu sabia que eu tinha errado, daí fui conversar com um amigo, e ele falava e falava, e realmente ele deu meu perfil por completo, e eu fiquei besta, porque ele sabia detalhes, e me lembro como si fosse ontem, ele falando: "Seja o que você nasceu pra ser, e aceite, nós dois sabemos do que você é capaz!!", e essas palavras ficaram martelando na minha cabeça, era como si tivesse passando um filme, voltando ao passado,lembrei de muita coisa, de como eu era, de como eu estava sendo e como eu deveria ser, mas não queria. Era como si tivesse algo dizendo pra mim não escultar o que ele estava falando, porque eu realmente não queria escultar, mesmo sabendo que ele estava certo. Mais pensei muito naquele dia, e o engraçado que quando cheguei em casa e fui olhar na net as previsões da Aparecida Liberato para o més de novembro(rsrsr), fiquei surpresa, porque era exatamente o que estava ocorrendo.

"ISOLAMENTO PESSOAL, TRANSFORMAÇÃO INTERIOR
Os acontecimentos repentinos fazem com que você repense a vida e suas atitudes. Não há controle nesse período, lide com as frustrações e faça os ajustes necessários. Você se desaponta com as pessoas, porém é você quem tem que mudar."

E depois de uma conversa com uma amiga, percebi que eu tinha deixado tudo que eu mais amo de lado e visava uma certa "liberdade", liberdade essa que acabou me prendendo, daí então percebi o quanto eu estava sendo manipulada por mim mesma, e agora eu quero voltar ao normal e espero que eu possa recuperar o que eu perdi quando estava "cega".
Acreditem, isso realmente me prendeu!

Ando correndo contra o tempo e apesar de odiar o tempo, estou precisando dele agora e tenho que saber esperar e aproveitar pacientimente cada etapa da minha vida.

E digo mais, repensei a vida mesmo, fiz os ajustes que precisava, ou melhor, ainda estou fazendo, porque por mais que eu tente, mudar da agua pro vinho não é facil. E me desapontei com amigos, e sei que sou eu que preciso mudar.

Acho que isso explica várias coisas, umas delas é meu temperamento, que na maioria das vezes é contraditório.

Enfim, poderia falar muito mais coisas aqui, palavras é o que não faltam nesse momento, o problema é conseguir junta-las, e também não é facil entender o complicado(óbvio), então paro por aqui e peço
desculpas por qualquer coisa.
Camila Cavalcanti
Enviado por Camila Cavalcanti em 25/11/2007
Reeditado em 25/11/2007
Código do texto: T751423

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Camila Cavalcanti
Teresina - Piauí - Brasil, 27 anos
36 textos (6422 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 11:52)
Camila Cavalcanti