Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUNDO POETA - Continuação....Vem somar connosco...prazo até Domingo de Páscoa...

43 - Mundo Poeta - Acróstico

M agia que na galáxia inebria,   M aravilha e entontece
U nião de corações amorosos,     U nção de afectos reais
N obílissimas almas na alegria,  N a tristeza que perece
D oçura de encontros fogosos,   D oando-se, aos demais
O encanto da música e poesia,   O acalanto que enobrece

P or entre estrelas, navegando,  P oetas em si albergando
O stensivo engalanado de festa,  O stracismo é já passado
E m si reune sonhos, afagando,   E stremece recordando
T erapia de espíritos que resta, T orturas deixadas de lado
A mando com poemas curando,      A lmas tímidas, pranteando

Fada das Letras

TODOS OS POEMAS ESTÃO A SER PUBLICADOS NA CIRANDA ORIGINAL QUE VOU ACTUALIZANDO Á MEDIDA QUE CHEGAM...CONFIRA EM: PARABÉNS AO MUNDO POETA E A ROBERTO OLIVEIRA!


AMIGOS QUERIDOS, POETAS INSPIRADOS...VENHAM PARTICIPAR DA CIRANDA DO MUNDO POETA, PLANETA DE ENCANTOS E MAGIAS, VOGANDO NO ESPAÇO VIRTUAL ENGALANADO DE FESTA PELO SEU TERCEIRO ANIVERSÁRIO...VAMOS TODOS Á FESTA...FAZER A FESTA...PARTICIPA COM UM POEMA, PROSA, MENSAGEM...VISITA O MUNDO POETA EM: www.ferool.info/mundopoeta e ENVIE O SEU POEMA PARA: fadadasletras@yahoo.com.br, ou fadadasletras@hotmail.com ATÉ DOMINGO DE PÁSCOA, 16/04
Fada das Letras
Enviado por Fada das Letras em 14/04/2006
Reeditado em 16/04/2006
Código do texto: T139018

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fada das Letras
Almeirim - Santarém - Portugal, 60 anos
243 textos (32147 leituras)
3 áudios (178 audições)
5 e-livros (288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:35)
Fada das Letras