Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO OS ANJOS CHORAM...


Quando os anjos falam,
projetam sementes de esperança por todos os cantos
para fecundação de novas flores em antigos canteiros,
onde se abre a chance imperdível de se reparar
as falhas que deixamos pelo caminho.

Quando os anjos oram em humildade,
a paz invade a alma aflita
e uma infinita sensação de leveza nos faz flutuar.

Quando os anjos falam em generosidade e perdão,
abre-se uma passagem
onde se pode visualizar um outro plano...


Um lugar mágico, onde a luz brota tal qual gotas de cristais
que orvalham as árvores,
cujas folhas sussurram ao vento sua missão:
soprar palavras de alegria e paz por todo o seu caminho.

Quando os anjos cantam,
o céu rasga o véu da ignorância que encobre nossa visão
e avistamos o tempo
onde se encontra as respostas para as perguntas da vida.

Quando os anjos choram
pelas guerras, pela fome e pela descrença egoísta dos homens,
suas lágrimas caem por sobre a terra
em forma de flocos de neve,
os quais branqueiam a estrada
dos que crêem na existência de uma nova vida;
onde não existe crime nem castigos...

E tudo é de um branco cintilante.
Quando os anjos falam ou choram,
eu me quedo em silêncio...

Sorvo cada palavra,
cada lágrima da cor da neve
para que elas aliviem meu espírito cansado,
exorcizem os medos e cicatrizem a dor,
pois que os anjos só choram 
quando falam de amor.


2006
Anna Peralva
Enviado por Anna Peralva em 02/08/2006
Reeditado em 06/12/2009
Código do texto: T207913
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Peralva
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
1582 textos (60702 leituras)
3 e-livros (572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:42)
Anna Peralva