Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


MILA PEREIRA ESTÁ NA RODA...

(Clara Luna)

A Milla entrou na ciranda
Mas não trouxe o violão,
Vem cheirando a lavanda
Com um pandeiro na mão.

Milla Pereira é formosa,
Cuida dos desencontrados,
Trata-os como a uma rosa,
Pra que eles fiquem curados.
 
É amiga verdadeira
Que nos dá satisfação,
Do marido é companheira,
Vive com muita emoção.

Vamos todos cirandar com ela?
******


(Eudália Alves Martins)

Milla Pereira...Amiga e companheira

Poeta de coração,
Sempre sorridente pronta a oferecer seus versos
Para os apaixonados.
******


(Claudia Zin)

Milla Pereira, amiga verdadeira

Tens um imenso coração,
Poetisa de lindos versos
Que despertam grande emoção.
******

(Pedrinho Goltara)

Se a Milla está na roda

Não vamos tempo perder,
Cantemos todos pra ela
Que só faz por merecer.

Vamos rodar a roda
Vamos lá, Milla Pereira,
Vocè é mais cheirosa
Que a flor de cerejeira.

A ciranda é de todos
Claraluna já adiantou
Não demore, nobre Milla
Sou seu fã, aqui estou.
******

(Zélia Nicolodi)

Milla poetisa querida,

Tão amiga e doce abrigo!
Nessa trova tão sentida,
Não quer vir cantar comigo?

Vamos cantar o amor
Em uma bela canção!
Então esquecer a dor
E alegrar o coração.
******

(Angela Rodrigues)

Milla Pereira é generosa

Quando vai nos comentar,
Ela diz toda prosa
Coisas que vão nos encantar.

Ela é sincera e inteligente
E gosta de ver na gente
Um monte de qualidades
Que são dela, na verdade.
******

(Mario Roberto Guimarães)

Claraluna observou:

Essa amiga verdadeira,
Seu nome ao mundo cantou,
A nossa Milla Pereira.

Poetisa de primeira,
Seus versos são emoção
Que encanta sobremaneira,
Dando paz ao coração.
******

(Marlene Vieira Aragão)

Milla, poeta inteligente...

Brinca com belas rimas...
E extasia nossa mente...
Ninguém ela subestima.
******

(Ka Mota)

Não poderia passar sem deixar meu carinho

Da Milla Pereira gosto de coração
A tenho como meu anjinho
Sempre presente em minha oração.
******

(Airam Ribeiro)

Tanta gente boa trovou

Eu também num ficu di fora,
Ni meu oração Milla morou
Mas nunca quis ir cimbora.

Pruquê nu meu curaçao
Esta inquilina fica a vontadi,
Neli só mora o irmão
Qui vivi di filicidade.

Num percu uma ciranda não
Só qui xegu sempi atrazadu
Venhu mais tragu um curaçao
Qui dexa a tristeza prum lado.
******

(Angélica Arantes)
 

A minha querida Milla,
Ofereço meu coração,
Está sempre nas redondilhas
Das trovas mostrando emoção.

Fiel e companheira
A ninguém vem machucar
Que ela possa a vida inteira
De nossa amizade desfrutar.
******

(Milla Pereira)


Todos cantaram pra mim!
Com graça e emoção
Amigos só agem assim,
Emocionam o coração.

Mas estou meio tristinha
Por aqui só vir agora
Vão lá na minha escrivaninha
Vejam o motivo, sem demora!
******

(Flor Enigmática)


Estou atrasada, mas não fico de fora,
Vim correndo agora
Ver uma ciranda maneira
Aqui a homenagear Milla Pereira.
******

(Mira Ira)


Tó chegando atrasada
Mas não vou deixar de entrar,
Homenagem para a Milla,
Vim aqui compartilhar.

Quando a Milla faz poema
Uma mensagem quer passar,
E mensagem diferente
Pois o amor quer espalhar.

Faz poema com emoção
Com tristeza e alegria,
Faz brotar no coração
O amor como magia.
******

(Mariza Brasil)


Milla...Maria Emília...
Escritora,nossa queridissima poetisa,
Trovadora, alegre, inspirada artista.
Você é divina, minha amiga, 
Sorridente sonestista.
De deslumbrantes sonetos 
Que encantam minhas vistas.
******

(Hluna)

 Tens o nome de Maria, 
que é mãe de todos nós. 
E para minha alegria, 
eu elevo minha voz, 
num viva á companheira:
 "a doce Milla Pereira". 
***

(Zeca Repentista


Milla...quantas milhas
Milla...quantos desencontros!
 Seu sol vc fez a partilha,
seu céu vc fez sem pranto.

Milla...vc andou milhas e milhas!
Milla...vc não é nenhuma Anta.
não teve medo de ser andarilha
vai ter medo de uma ciranda?
***



(Ana Joaquina)

Grande amiga, verdadeira e generosa.
Em seus poemas traz encanto e alegria.
Assemelha-se a uma perfumada rosa,
Brindando-nos com suas doces poesias...
***

(Vanuza)

Oh, cirandeiro,
Cirandeiro Bom!
Traga a Milla
Para a dança
Que sem ela
Vai ter briga
E o sanfoneiro perde o tom!

Se ela não vir
Ou se negacear
Pegue a moça pelo braço

Diz que eu tô a esperar
Se do contrário
Ela aceitar
Que vista a roupa
Mais bonita
Que é pra nos deliciar!
***

(Vania Staggemeier)

QUE LINDA ESTA CIRANDA... 
CHEGUEI ATRASADA... 
MAS SEMPRE A TEMPO DE DIZER 
QUE VC MORA NO MEU CORAÇÃO... 
E CADA AMIGO POETA QUE TE HOMENAGEOU... AGRADEÇO POR ELES ESTA BELA HOMENAGEM
 A VC QUE SE FAZ MERECEDORA... 
MILLA QUE OS ANJOS ENTOAM A VOCÊ,
 A MAIS LINDA CANÇÃO DO AMOR.. AMIZADE... 
***

(Aldo Lopes)

Se a ciranda não fechou,
 por favor, me deixe entrar.
 Se sou lento trovador,
 Milla sabe perdoar! 
***


(Claraluna)
A ciranda foi cantada
Nos quatro cantos da terra,
E Milla, a homenageada,
É quem sabe se a encerra.

Por isso eu a convido,
Cumprindo o cerimonial,
Vem falar com os amigos,
Pra fechar o festival.
******


(Milla Pereira)


Meus amigos mui queridos

Claraluna, em especial!

Vou fazer alguns pedidos

Que não farão nenhum mal!

 

Primeiro é ser perdoada

Por minha ignorância!

De não conhecer, em nada

As normas, de relevância!

 

Segundo, que me perdoem

A Ciranda não ter publicado.

Não quero que se magoem

Meu cérebro anda truncado!

 

A todos, minha gratidão

que com seu amor me encanta.

Mas, do fundo do coração

Digo-lhes: SOU UMA ANTA!
******


(Claraluna)

Poetisa, eu não aceito,
Pois anta você não é,
Você é um amor-perfeito
No corpo de uma mulher.

Seu saber e inteligência
Nos causa admiração,
Mas vou lhe dar penitência
Por esta afirmação.

Hoje dou por encerrada
Esta bela cirandinha,
Milla, você é amada
por seus dotes de raínha.

Agradeço aos amigos
Que entraram nesta ciranda,
Vocês são muito queridos
Voltem sempre nestas bandas.
***



img409/5812/assinaturamuitoobrigadapi2.gif 

Milla Pereira
Enviado por Milla Pereira em 30/08/2007
Reeditado em 01/09/2007
Código do texto: T630578

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Milla Pereira (http://www.millapereira.prosaeverso.net/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Milla Pereira
São Paulo - São Paulo - Brasil
2952 textos (492627 leituras)
42 áudios (7879 audições)
14 e-livros (6401 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 13:19)
Milla Pereira