Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce desatino

25)
Doce desatino
Guida Linhares
 
Deixar-se levar ao sabor do vento
por entre dunas de um amor aceso
entre lençóis que cobrem o relento
de corpos unidos após longo defeso.
 
Mãos que se procuram avidamente,
palmeando territórios em chamas.
Bocas que se unem sofregamente,
em saborosas delícias profanas.
 
Um doce desatino que se avizinhou,
com um atraente jeito de quero mais.
No corpo, as marcas que voce deixou.
Na memória, não esquecerei jamais.
 
Santos/SP - 06/09/07

***

Participação na Ciranda Doce Desatino, iniciada pela querida poeta Naidaterra, a ser hospedada no site Arte e Poesia da querida amiga poetisa Teka Nascimento.
Envios> tekanascimento@tekanascimento.net

***

01-UM DOCE DESATINO
Naidatera
 
Arrastou-me para
os teus  braços...
Teus lábios tão
perto dos meus
e o inevitável...
Colamos nossos lábios,
unidas nossas bocas
num abraço apertado,
nos beijamos alucinados...
Quem éramos?
Um pedaço do sol,
da lua,
das estrelas...
Pura sintonia,
um doce desatino...
Jan/2007
**********************************
 
02-UM DOCE DESATINO
Vera Hernandez
 
Doces desatinos...
são momentos
de paixão e loucura.
Onde impensadamente,
dizemos coisas inesperadas.
Meu desatino!
É meu doce amor
por você.
Desatino!
É eu querer
estar entre os braços teus.
Desatino!
É eu querer teu corpo
junto ao meu...
todo dia ,
toda hora.
Desatino!
É você
Loucura de mim!
Agosto,2007
***********************
03-AMOR DESATINADO
Marcial Salaverry
 
Amar é gostoso
Amar é legal
Pode ser perigoso...
mas não é fatal
Pode levar ao desatino,
se não for pelo Destino,
sendo amor dividido,
é até mais saboroso.
esse amor comprometido,
quase venenoso...
tem gosto de pecado...
tem sabor de coisa proibida,
deve ser bem aproveitado...
mas com muito cuidado...
para não sair com a alma ferida,
nem levar ao desatino,
provocando na vida,
total desbaratino...
************************
04-LOUCURA DELICIOSA
Galhardo Mendes
 
É  despedir de ti depois de
tê-la, beijar tua boca, olhar
nos teus olhos e lentamente
me afastar...
Caminhar pensando em você,
errar o caminho propositalmente
e voltar pra você...
Enebriar-me com teu olhar
sedutor, me encantar com teu
sorriso malicioso e começar tudo
novamente...
Um desatino, coisa gostosa...
Uma loucura deliciosa...
***************
05-IMINÊNCIA
Tarcísio R. Costa
 
Não sei se devo ceder
aos meus desejos,
e forçar a procura dos teus beijos...
Não sei se devo partir, visando o teu destino
e, ao te encontrar, convidar-te
 para deixarmos de lado os preconceitos
e estalecermos um amar num
louco e doce desatino.
 
Tu sabes que te amo,
mas, como está, parece um amor unilateral.
Sei que não é platônico e nem unilateral
 por que sei que também me amas,
então, o nosso amor apenas está latente...
pode até não parecer normal
viver-se um amor à distância,
 mas é, também, racional,
por que no íntimo
nos amamos..
 
Falta rompermos as barreiras,
com a força do nosso amor,
e tornarmos realidade
os nossos sonhos...
de amor.
 
Vamos viver esses sonhos,
vamos vivificar a nossa realidade,
e numa meiga reciprocidade,
vamos seguir os ditames
presente do verbo amar,
assim, alcançarão a felicidade
os nossos corações.
*************
06-"Doce loucura"
Marcos Sergio T. Lopes
 
Tive você nos meus braços
Senti o gosto do beijo teu
Enlouqueci!
Enquanto meu coração batia no peito feito um tambor
Esqueci de tudo nesse devaneio
Juntei tudo de mim no tanto de você.
Era tudo que sonhava... O tanto que queria
Me entreguei sem reservas
Entontecí, sim...De tanto amor
Sou teu agora
Você faz parte de mim.
 
 26/08/2007
************
07-Desatino!
Eda Carneiro da Rocha
 
Desatino, sem te ter,
sem te amar,
sem te ver!
Desatino sem esta voz,
este carinho teu e meu!
 
E cada dia que passa , mais me desatino,
sem ver esta doce mirada
que me espreita, em cada virada,
em todos os dias, do meu viver!..
Ah! Por que não dizer?
Tu és apenas o meu " Desatino".
no meu viver!..
*****************
08-UM DESATINO
Marcos Alca
 
Te vejo em toda parte
minha querida, és minha sombra,
ventura única que tanto almejo.
Meu amor e minha vida, és tudo
que mais desejo e aspiro...
Se não te respiro, morro sufocado...
Se não te beijo, morro de fome...
Se não me liga!
ah! que eu fico louco...
Um desatino...
*************
 
09-Doce  desatino...
Magy
 
Porque te amo, não sei.
Isso é coisa do destino.
Em ti sempre pensarei...
És meu doce desatino !
 
Ter-te aqui é um imperativo!
Como o ar que eu respiro, tua alegria,
 teu toque, teu amor, tua companhia,
 revigoram-me. Aliviam-me da solidão em que vivo...
 
Amar-te tanto e não te ter,
 Sonhar-te meu, desejar-te, tem sido uma triste sina.
Não dá pra descrever...
Repito...És meu doce desatino!
 
Goiânia, 27/08/07
************
10-DOCE  DESATINO
Angella Tavares
 
Essa loucura que começamos
ou será que terminamos ?
 
Só sinto que não mais sei viver
se não te disser
que fostes
a paixão mais perdida
encontrada
o desejo mais  intenso
das loucuras que fantasiei ... fantasio entre mim e você
 
Te quero sim,  para juntos
sairmos sem destino
sem marcas  na hora
sem tempo no relógio
só quero realizar
 pegar
sentir
você
nesse louco
mas Doce Desatino
que é o nosso amor
 
Sempre  fomos  carícia , ternura
mas na hora do tesão sou amante-vadia-cadela no cio
que me entrego
e te possuo
nesse desejo intenso, louco ...
messalínico
que me dou ...me perco
e
faço com que seu corpo e sua alma
se entreguem
louco  de  paixão
que se mostra como quero:
sem pudor
desatino puro por esse toque
de amor selvagem
amor com aroma e gosto de absinto
amor que nunca  ousou se entregar
hoje
pedes
imploras
para que te ame
entre dominado e dominador
Ah minha paixão
que Doce Desatino
é
esse nosso amor ...!!
28-08-07
03:36h
*******************
11-NA LOUCURA DA VIDA
Antonio Cícero da Silva
 
Nos dias de hoje
Para sair muito eu penso
Se dentro de casa é perigoso
Imagine nas ruas, ao relento.
 
Se ficar desempregado
Enfrento um pesadelo
Bato de porta em porta
Em tremendo desespero.
 
Quando me chega a idade
Caio no pavilhão da tristeza
Vou ganhar bem menos, ou nada,
E a situação se complica na mesa.
 
Até para respirar está difícil
Estão acabando com as matas
E poluindo os rios e mares
O mundo está infestado de fumaça.
 
Mas ainda me resta o amor
Loucamente amo minha princesa
Que também me ama
E em doces loucuras, expulsamos a tristeza.
 
*Poema publicado na Antologia Poética
 "Doce Loucura" - 1a. Edição-Março/2007 (CBJE)
*******************
12-Desatino
LuliCAntonio Cícero da Silvaoutinho
 
De súbito uma reação
Forjou um coração
Numa dolorosa espreita
De insensibilidade feita.
 
Ação obscura descoberta
Num rompante inesperado
Fere tornando magoado
Um peito agora silenciado.
 
Dia branco feito nublado
Absorvida a ilusão da paixão
Desilusão!... Morrem as flores
Desatinadas perdem as cores.
************
13-UM CRUEL DESATINO
Adelia Mateus
 
Viver  de sonhos...
Esperando por você...
Que tive em meus braços,
senti seu corpo em mim,
seus beijos ardentes...
Viver sem você,
Um cruel desatino
Que percorre meu corpo
nas tristes noites
imaginando suas carícias,
sem te ter.
Olho para o firmamento
procuro no cintilar das estrelas
o brilho de seu olhar...
******
14-DOCE MEL
Anna Peralva
 
Sentimento que emana
sem dele se ter controle,
doce mel que  derrama
emoções revestidas de cores.
 
Fica no ar sutil aroma,
quando no silêncio dos corpos...
Alma guarda-os em redoma,
prtegendo-os das horas mortas.
 
Lembranças são barragens...
Nesse rio invisível e mágico
sonhos aguardam nas margens
o encontro tão esperado.
 
Conspiram astros e natureza...
Lágrimas são abençoadas,
elevando corações em grandeza.
 
Reverdejante olhar em promessas,
vestem-se de esperança as ramagens.
Amor... Luz que o tempo atravessa!...
 
2007
**********
15-MAIS QUE TUDO
CarlosBraga
 

Caminhando contra o vento e
enfrentando as tempestades,
 sigo arrepiando-me as entranhas,
preciso ver-te, cair em teus braços
e viver um instante deste nosso amor...
Uma loucura se apossando, faço
tudo que não devo, só para
sentir os beijos teus...
Mais que tudo, mergulhar nos
teus olhos e viver...
********
16-DESATINO
Luiza Benício
 
Nem sempre conseguimos controlar nossos instintos,
Que às vezes, se mostram desatinados.
Queremos controlá-los,
Mas, saem de nós chispas desvairadas,
Insanas,
que nos tornam estouvados.
Nestes momentos,
somos loucos,
inconsiderados...
 
*****
17-DESATINOS  INCONTIDOS
Maria Thereza Neves
 
o espelho que nos espreita
confunde,ofusca imagens
que se tocam , somem
entre o quarto e as sombras
 
reflexos e aromas ainda no ar
do piano triste que não descansa
sem desejar parar
a melodia sempre a sussurrar
 
incontido é o grito da alma
que deixou o momento passar
sem conseguir
nas asas do presente voar
 
busco a noite dos sonhos
o que dentro encontro
pedaços -unidos, vividos-inteiros
lembranças na poesia acordada
 
as flechas lançadas
os instantes perdidos
nos desatinos desenfreados
encontrei o destino sem destino.
 
19/07/06
**************
18-UM DOCE DESATINO
 Malu Otero
 
Nos olhamos, alinhavei palavras
Mas os pensamentos davam voltas
Queria descobrir o que pensavas
Queria tantas coisas
 
Aí passou o dia,
em ti pensando estive,
Só isso queria
Chegaste e não me contive
 
Falamos da vida, de nós,
Um café com leite e um misto,
Quentinho como nós,
Num minuto de tudo desisto,
 
Tua doçura me captura
Tudo gira ao redor
Vivamos essa ventura
Importa esse bem maior
 
O amanhã, mero detalhe,
Doce desatino, me faz vibrar,
Antes que isso se espalhe,
Em segredo vamos nos amar...
 
Assis - São Paulo - BRASIL
01/09/2007
********
19-Um doce desatino
Tere Penhabe
 
Fechar os olhos e imaginá-lo perto
estender as mãos, na suave sensação
de tocar teu rosto no sonho liberto...
Ah, que será de ti, tresloucado coração?!
 
Sofremos tu e eu, de um doce desatino
que melhor no mundo, nunca passei perto
assemelha-se, o coração, a um menino
deixa, a alma, mistérios a descoberto.
 
Dizem que é amor, esse doce desatino!
Não sei dar nome, sei que estou sentindo
e torna azuis, todas as minhas manhãs.
 
Dane-se o mundo, se amar é sofrer
muito maior dor, é não ter um bem querer
só entendo a vida, sendo parte desse clã.
 
Santos, 01.09.2007
www.amoremversoeprosa.com
********
20-Um doce desatino por ti...
M Regina M Ribeiro
São Paulo, 1 de setembro de 2007
www.corujando.com.br
 
Foi  meu doce desatino
colocar em tuas mãos o meu destino.
Me iniciaste por caminhos floridos
numa adolescência de sentidos.
Percorremos caminhos de primavera
nestes 42 anos de amor intenso.
E como um floral incenso,
nos acompanhou o perfume das flores.
E se também houve dores,
sempre juntos, sofremos e  amamos,
fazendo o nosso destino.
A harmonia foi nossa companheira
 e o amor a nossa meta verdadeira.
Agradeço a Deus por tão grande,
doce e intenso desatino...
 
************
 

21-ENCONTROS & DESENCONTROS
by Penhah Castro
 
Meu amor que doce desatino
encontrar-me encantada em seu ninho
depois de um amor encantador.....
Nesse processo de felicidade
encontro você meu amor inconstante
sempre estabelecido ao meu lado....
Nada pode comprar
nem ao menos comparar
este sentimento ainda não assumido
mas intensificado a cada encontro....
Vamos redefinir nosso conceito de felicidade...
Ela é uma espécie de graça que transcende a tristeza....
Ela é um sentimento tranqüilo nos momentos difíceis da vida....
Dando-nos a percepção de sermos possuidores
de uma força interior que tudo supera.....
Não tenha medo de ser feliz
É um direito que temos adquirido...
Ame-se e, nós nos encontraremos certamente
para viver o nosso grande amor merecidamente....
*********
 
22-UM DOCE DESATINO
Wanda Myriam (Wandinha)
 
O que por toda a vida, eu apenas sonhei,
Vejo se  tomar real  em minha frente,
 Me perco em pensamentos....é um sonho?
  Não era sonho, era verdade...te encontrei !
 
Palavras custam a sair de minha  boca
As pernas falseiam,  sinto o coração disparar
Não dá mais  para disfarçar a ânsia louca
de sua boca beijar, e a você me entregar
 
 Quero agora viver,este doce desatino
Te amar para sempre, e por você ser amada
Cumpriu-se enfim o nosso destino !
 
Sumaré-SP-Brazil
01/09/2007
**********
23-DESATINO
Célia Jardim
 
Esqueci o tempo e o espaço
corri para os teus braços
sem nada mais pensar
 
Deixei de lado meus receios
libertei os meus anseios
deixei meu coração mandar
 
Vivi toda aquela paixão
com a força de um vulcão
sem tempo para voltar
 
Não olhei para traz
amei tudo que fui capaz
até o meu desejo consumar
 
02/09/07
**********
24-Doce desatino
Fátima Moreira
 
Não raciocino mais...
Foge-me a lógica das palavras,
que pulsa nos meus pensamentos...
Um louco sentimento.
Não existe mais lógica em nada...
Desatino... Destino...
Não sei...
Apenas a constatação de um sentimento.
Que apesar de parecer absurdo,
simplesmente é...
Que não devia ser.
Mas que absolutamente é...
Que me faz sofrer...
Que me dá prazer...
Mas não sei quando sofria mais,
antes,
quando meus dias eram tão iguais.
Ou agora,
que meu ser, sua presença, implora...
14/07/07
**********
 


Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 07/09/2007
Código do texto: T642210
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1957 textos (162490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:50)
Guida Linhares

Site do Escritor