Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE ALMA LAVADA


DE ALMA LAVADA

Acordei muito mal disposta
e peguei nas rimas e prosas
carreguei  de palavras bem amargas
para  poder lavar a minha alma

Para  poder lavar a minha alma,
Das lágrimas fiz um rosário;
embrulhei-o em uma palma
e entreguei a um emissário!

E entreguei a um emissário
para que me ensinasse
do meu legado, ao contrário
do que eu, enfim passasse

Do que eu, enfim, passasse
Não tentei que ultrapassasse
Senti  sim, que a simpatia
Não mais batia, mas combatia!!

Não mais batia, mas combatia
a tristeza que logo foi embora...
De ALMA LAVADA trago alegria!
Já não há pranto! Sorrio, agora!

autores: Beti Martins, kyriadalua, Milla Pereira e Lorenzo, Silvia Araújo Motta
KYRIADALUA
Enviado por KYRIADALUA em 13/11/2007
Reeditado em 15/12/2007
Código do texto: T735209

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
KYRIADALUA
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
158 textos (61896 leituras)
1 e-livros (25 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 16:32)