Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Criação do Coração

Essa história pode até parecer mentira, tipo aquelas que a gente conta pras crianças, querendo que elas acreditem numa coisa, e não sejam mais bagunceiras ou deixem de escovar os dentes. Mas é uma história real. Só que é tão real e incrível, que num tá nem mesmo naquele livrão lá, a Bíblia, pois os caras que escreveram acharam que poderiam ter problemas com certas leis de patentes.

Dizem que quando Deus resolveu criar os homens, estava meio entediado com o rumo do universo. Os dinossauros viviam muito irritados, se auto-atacando, e o reino das bactérias num tinha sido empolgante como Ele imaginara que seria. Então, se olhando no espelho (que havia criado para si, mas depois, mais tarde, forjou uma criação com os egípcios e alemães)Deus teve a ideia de criar miniclones seus, e assim fez um monte de bonequinhos de barro, começando por um homem, e mais tarde, de uma das coisas que compunham o homem, que Ele chamou de “costela” após comer uma suculenta carne de porco, o Todo-Poderoso fez A MULHER, que era tipo o homem, mas que tinha algo menor que eles...Entre as pernas. Só que os dois foram quebrando regras em cima de regras, começando pela dieta balanceada de maçãs, e então, o Criador foi ficando enfezado com toda aquela coisa de desobediência.

Ele foi só observando. Olhando cada um daqueles que iam crescendo, multiplicando, fazendo outros daqueles, e sempre fazendo erro atrás de erro. O problema era que Deus amava aqueles bichinhos-Homens. Deus admirava como eles sabiam se virar, mas ainda assim, sentia que faltavam algo...Ainda mais que os machos da espécie, estavam faltando com respeito com as fêmeas e toda hora eles brigavam feito dinossauros com suas sombras nas montanhas.

Então deus olhou para suas mãos fechadas e imaginou que algo naquele formato poderia ser colocado bem no meio das costelas. Aquele espaço pra mais de vazio que a tirada da costela original tinha deixado, serviria para acomodar algum tipo de chave. Os homens andavam muito irritados, tudo tinham que agredir, tudo tinham que gritar, e o recém-criado Departamento de Casos de Família vivia cheio de gente.

Deus então olhou para sua mão, olhou para sua criação, e então, criou algo que ele chamou de coração. Era o nome perfeito para aquele troço sem forma certa, mas que teria uma importância da moléstia para aqueles caras. Foi aí que numa noite, ele fez uma coisa tipo recall nos modelos mais antigos, e adaptou os novos para que os tais corações já viessem com a programação toda de como agir. Mas ele não trabalharia sozinho não, não vá pensando, macho! O coração ia trabalhar com os outros órgãos todos! Principalmente com o recém-criado cérebro. Seriam uma espécie de presidente e vice-presidente. E os dois juntos, iriam fazer com que o bicho-humano fosse mais humano do que os demais bicho, que também teriam coração, mas que o cérebro deixaria muito a desejar.

Então, quando todos os modelos humanos começaram a nascer já com coração, Deus sentou na sua cadeira de balanço toda feita de tranças de trigo, o cara suspirou fundo, estalou os dedos por trás da nuca, e disse: Agora a coisa vai!...Só que a gente sabe muito bem que esse foi o primeiro erro de Deus... O segundo foi Donald Trump, mas aparentemente ele veio com cérebro e coração com defeitos de fábrica.

Então até hoje alguns corações dão defeitos, assim como cérebro. Às vezes um num bate com o outro na mesma pessoa, e aí, meu amigo, aí é um caos. Dizem que foi a partir desse momento que a psicologia foi inventada. Dizem que quando o cérebro começou a encaixar com o coração, é que o amor foi inventado. Mas dizem ainda mais que o coração foi a melhor invenção de Deus depois do cinema. E que até hoje, mesmo enfurecido com o rumo que as coisas tem ido, e com tantos corações se partindo várias vezes seguidas,  Deus senta na sua cadeira, se espreguiça e estala os dedos, para então olhar apaixonadamente para o modelo em argila do primeiro coração sobre sua mesa e sussurra para si próprio: Agora a coisa vai!

Inocente...
Rafael Velloso
Enviado por Rafael Velloso em 07/06/2017
Código do texto: T6020538
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Velloso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
184 textos (38293 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 11:52)
Rafael Velloso