Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BLASÉ

Eu chego, e ela prontamente me ataca com o olhar. Todos notam, e seria absurdo se não notassem. Cabelo novo, uma cor que há tempos procuro decifrar, copo de cerveja na mão esquerda, até a metade. Lábios molhados troca de olhares e exibicionismo facial, permaneço imóvel e na mão um copo de tônica.

Ela caminha na minha direção e ela sabe que eu não posso, não no meio de tanta gente. Um beijo no canto dos lábios, um abraço jeitoso de 5 segundos, ela pega a minha mão e me arrasta para o meio da multidão, e olha com desdenho para a amiga lésbica da minha namorada. Tenho certeza que essa cretina queria participar da orgia, não engulo o jeito que ela me olha, as conversas longas e principalmente as visitas semanais ao meu orkut.
 
Chegamos. O quarto é da mãe da dona da festa, cama de casal, suíte, travesseiro de plumas, e ainda uma garrafa de vodca no criado mudo. Me joga na cama, mal tenho tempo de fechar a porta.

Ela por cima, beija o meu pescoço, tira a minha camiseta, desabotoa a minha calça. Ela é do tipo de mulher que gosta de ser dominada, tiro a sua roupa e a coloco de quatro, ela não resistiu, suspira e pede mais força, e eu claro que atendo.

mário cardoso
Enviado por mário cardoso em 02/09/2006
Código do texto: T230981

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site http://recantodasletras.uol.com.br/autores/abelha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mário cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 31 anos
370 textos (14927 leituras)
3 áudios (241 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:55)
mário cardoso