Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATENÇÃO

Tive que correr de novo para pegar o ônibus. Cada dia acordo mais tarde, cada dia corro mais e um dia canso de correr. Minha mãe disse-me numa discussão logo pela manhã, que eu sou uma pessoa rancorosa, cheia de ódio no coração. E ela tem toda a razão.

Tenho o peito cheio de magoa e sofrimento. Faço parte do pior tipo de pessoa, os hostis. Sempre guardo o pior das pessoas, tudo o que elas fazem de ruim para mim eu guardo. Tenho tudo na minha cabeça, para usar no momento que melhor me convir. Por conta dessa mania, terminei o meu último namoro milhares de vezes. Isso até a última e definitiva, essa.

A minha amiga me disse no msn, para não deixar a mulher da minha vida partir. Respondi seco e grosso, como vou saber se ela é a mulher da minha vida? E ela na lata me disse: você só vai saber quando der conta que a perdeu de vez. E acho que to começando a senti isso agora. Nem sei ao certo como estou reagindo, não chorei ainda, isso porque ainda não percebi o que eu fiz, a decisão que tomei.

Discuti com a minha mãe, discuti com o meu irmão, com a mulher da auto-escola e acabou que não deu em nada. Perdi 35 reais por conta da minha mãe, 85 por conta do meu irmão. Percebi que na minha vida tudo gira em torno do dinheiro, e essas notas eu tenho poucas.

O meu cachorro me olhou hoje cedo e não me disse nada, não abanou o rabo, não desceu do sofá, e tampouco bocejou notando a minha presença. E eles não percebem que só quero chamar atenção, nem o meu cachorro, nem a minha ex-namorada.
mário cardoso
Enviado por mário cardoso em 10/11/2006
Código do texto: T287543

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site http://recantodasletras.uol.com.br/autores/abelha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mário cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 31 anos
370 textos (14927 leituras)
3 áudios (241 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:36)
mário cardoso