Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Di-álogo

 – Não basta a porta estar fechada; ela deve também estar trancada.

 – E o que você faz no quarto trancada?

 – Eu?

 – Sim! Você! Por que precisa estar t-ra-n-c-a-d-a?

 – Ah! Eu penso. Eu sonho. Eu durmo. Eu rio. Eu choro. Eu me sinto só e ao mesmo tempo muito bem acompanhada. Eu me refugio. E eu crio e me crio.

 – Não dá pra fazer isso tudo de portas abertas?

 – Dá!

 – E por que não...?

 – Porque eu quero assim e pronto!
 Porque eu quero falar comigo a sós.
 Que nem agora! Cê nunca quis me impedir! Por que isso agora?

 – Ah! Porque assim eu participo ativamente. Deixo minha marca!

 – Mas se você é eu e eu sou você, temos a mesma marca não?

 – Pois me explica: se somos a mesma pessoa, quem possui o corpo? Nós duas, certo?

 – Hm...

 – E mente ocupamos juntas também, não é?
 – Hm...

 – Não! Não é! Eu crio, você escreve. Sou eu quem fica “muito bem acompanhada”. E sou eu quem te cria!

 – E quem te dá de comer?
[riso maléfico]

 – Os livros que tu devoras. Não tenho fome de comida.
 – E a mim, sobra a razão ou a emoção?

 – As duas, sua bobinha. Sem você, eu sou ninguém. E sem mim, você só é mais um corpo sem alma.
[PAUSA]

 – ...convencida!
GeisyDias
Enviado por GeisyDias em 20/09/2007
Código do texto: T661340

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
GeisyDias
Teresina - Piauí - Brasil, 26 anos
12 textos (628 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 09:51)
GeisyDias