Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vítima sangrenta

O bafo quente da noite está lá fora, esperando que alguém se pronuncie e possa dominá-lo.
Na calada da noite, senti suas garras tentando me agarrarem, e tentei fugir. Percorri todos os becos à procura de algum lugar em que eu pudesse me esconder, mas não encontrei nenhum esconderijo em que você não me achasse.
Você é tão temido, por que persegue a mim? Uma humana criatura?
Oh, ser das trevas, deixe-me em paz, procure alguém de sua espécie.
Você não desiste mesmo!
Deixe-me em paz!
Em meio às fumaças da rua, vejo sua capa preta, isso parece assombração, você não desiste, quer me transformar em alguém como você.
Aproximei-me de você e pude sentir seu hálito sangrento à procura de mais uma vítima com sangue ainda humano.
Deixei você se apossar de tudo que me pertencia.
Percebo meu corpo mudado, e toda a noite sinto uma súbita vontade de caçar, assim como você.
Agora não sou mais humana, sou apenas outra vítima de sua sedução e do seu coração frio.
Lilith Góthica
Enviado por Lilith Góthica em 10/12/2005
Reeditado em 05/06/2007
Código do texto: T83787

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilith Góthica
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 33 anos
240 textos (31354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:26)
Lilith Góthica