Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fugaz

Meus pés. Hoje eles estão congelando, agora sempre estão.
As meias que visto não são suficientes.
As meias que visto são suas, pois agora, é o máximo de você que terei em meus pés.
O pequeno instantâneo na minha gaveta de cabeceira, é agora a única prova palpável de seu rosto em minha vida.
Uma mensagem curta, dolorosamente curta, em minha secretária, é a única coisa que tenho para lembrar, para atiçar em minha memória a lembrança de sua voz.
Eu não tenho seu cheiro em minha casa, cama, roupas ou em mim, não o suficiente para me intoxicar.
Não tenho seus objetos em meu banheiro, seus livros em minha estante ou suas chaves sobre minha cômoda.
Eu poderia ter tanto, poderia ter tido tanto, que só em pensar no que perdi, no tempo que perdi sem você, mais lágrimas me vem.
A rosa amarela que me deu está morta no vaso. No mesmo lugar que deixou, com a mesma água que me ajudou a colocar.
Morta como você.
As lembranças poucas, mas que agora por serem tudo o que tenho,
tudo que me liga a você, se tornaram muitas.
Nosso riso ecoando na sala, nossos sussurros, nossos planos...
Meus pés estão frios agora. Estou toda fria agora e, sempre estarei.
Sra Tyler
Enviado por Sra Tyler em 26/03/2006
Código do texto: T128901
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sra Tyler
Santos - São Paulo - Brasil, 26 anos
6 textos (229 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:17)
Sra Tyler