Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A NAVE DE TÊNUE "LUZ" ALARANJADA (Parte I)

Faziam alguns minutos apenas, que a reunião havia terminado. Estavam no portão, Selminha e Anita. E Selminha já estava indo embora para sua casa. Conversavam ainda detalhes dos Ensinamentos dos Mestres Ascensionados da Grande Fraternidade Branca Universal. Comentavam, naquele preciso instante, sobre o desenho que fora revelado à Selminha, na noite de onze de junho de 1993, e maravilhosamente matizado na tela de papel. Apareciam no desenho as Chamas: azul, violeta, verde, branca, rosa, dourada e rubi - dourado. Além das cores das Chamas, envolvendo a figura de Nossa Senhora de Fátima, havia uma aura de ondas alaranjadas. Muito forte as nuances do alaranjado, caindo para amarelo - ouro e, ao mesmo tempo, para vermelho- rubi!
Enquanto teciam detalhes, sobre o mistério do desenho, eis que de repente, Selminha chama a atenção de Anita, para algo no céu. Por detrás de uma árvore, em plena Rua Padre Marcelino Champagnat, bem ao lado de sua casa, surgia e vinha de mansinho, uma esfera de "luz", não totalmente como o círculo da lua cheia, mas meio disforme, com um brilho frio, fosco, que não feria os olhos. Vinha de mansinho, deslizando horizontalmente. Transmitia muita paz, tranquilidade, enlevo, êxtase!...
A certa altura do telhado da casa de Anita, dera uma paradinha... e elas foram acompanhando os movimentos daquela bola de "luz". Não queriam perder nenhum minuto, naquela divina contemplação. Era sábado do dia doze de junho de 1993, precisamente 20:40 horas. Os vizinhos nada perceberam, visto estarem recolhidos dentro de suas casas.
Aninha Caligiuri
Enviado por Aninha Caligiuri em 04/04/2006
Código do texto: T133810
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aninha Caligiuri
Maringá - Paraná - Brasil
70 textos (1359 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:57)
Aninha Caligiuri