Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao deparar

Estava ali naquela praça vazia e iluminada,
uma linda moça se pondo a lamentar e a chorar incensantemente no banco daquela praça,dizia-se ela não mais ter prazer para as coisas,não mais ter um ombro amigo para chorar,e ali bem ali estava rodeada por árvores e um vento que batia em seu rosto enxugando as lágrimas que escorriam de seu olhos para o rosto.Foi quando do nada apareceu,e eis que surge em sua frente uma luz,e era a luz divina que reconfortava dando um alívio aquela que estava ali que por tão sofrida pelos caminhos percorridos da vida.Esta luz trouxe o brilho para sua vida e naquele mesmo instante ela chorava mais e mais;mas as lágrimas que escorriam em seu rosto marcado pelas linhas do tempo e de sofrimento não eram mais de tristezas e sim de uma alegria irradiante,pois ali ela estava se reencontrando com o seu "Eu".O mundo para era agora sim era iluminado.
Helga cristina
Enviado por Helga cristina em 23/06/2006
Código do texto: T181111
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helga cristina
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
34 textos (1783 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:06)
Helga cristina